Cremes vegetais para barrar ricos em óleo de girassol e de linhaça são bons para o coração

PUBLIREPORTAGEM

As sementes de linhaça estão na moda e em Portugal o seu consumo disparou. A que se deve então esta súbita tendência? As suas propriedades nutricionais são inquestionáveis.

Estas sementes contêm um elevado teor em fibras, vitaminas B1, B2, C e E e carotenos, minerais como ferro e zinco, alguma quantidade de potássio, magnésio, fósforo e cálcio. Destacam-se pelo seu elevado teor em gorduras boas, gorduras polinsaturadas ricas em ómega-3 .

O tipo de gordura que escolhemos tem impacto na saúde, não só a curto mas também a longo prazo. Este ponto deverá passar a ser um objetivo a ter em conta na nossa alimentação, escolher as gorduras mais saudáveis e que nos ofereçam mais benefícios para a saúde. A Organização Mundial de Saúde recomenda que as gorduras sejam responsáveis por cerca de 30% das necessidades calóricas diárias e devem privilegiar-se as gorduras de origem vegetal ricas em gorduras mono e polinsaturadas em detrimento das gorduras de origem animal ricas em gorduras saturadas.



A linhaça é uma fonte importante de ómega 3 devido à sua riqueza em gordura polinsaturada, sendo por isso uma aliada do coração. As gorduras polinsaturadas fornecem ácidos gordos essenciais. Estes são considerados essenciais, porque o organismo não os consegue sintetizar a partir de outras substâncias, tendo por isso de ser fornecidos através da alimentação. Estes ácidos gordos são o ácido linoleico e o ácido alfa-linolénico mais conhecidos por ómega-6 e ómega-3.

Os óleos vegetais de girassol e linhaça são por excelência, os grandes fornecedores destes nutrientes. A sua Becel de sempre tem uma combinação de óleos de girassol e linhaça sendo por isso uma opção saudável para o seu coração. Como, por exemplo, ao barrar dois fatias de pão com creme vegetal Becel Sabor a Manteiga está a ingerir 45% da dose diária recomendada de ómega 3. Uma vez que contém óleos 100% vegetais, Becel Sabor a Manteiga tem menos 73% de gordura saturada que a manteiga.

O ALA e o ácido linoleico contribuem para a manutenção dos níveis normais de colesterol no sangue. O efeito benéfico é obtido com uma dose diária de 2g de ALA e 10g de LA. Este produto deve ser consumido no âmbito de um regime alimentar variado e equilibrado e de um modo de vida saudável. Consulte na embalagem a dose de consumo recomendada e a tabela nutricional .

Texto: Helena Cid (nutricionista no Instituto Becel)

www.facebook.com/becelportugal

artigo do parceiro:

Comentários