As compras mais saudáveis

Visita guiada ao supermercado pela mão de uma especialista em nutrição

Numa visita ao supermercado deve tentar respeitar duas regras. Deve elaborar uma lista de compras bem definida e ir sem fome, não vá o estômago pregar-lhe uma partida e levá-lo a pegar num pacote de batatas fritas em vez dos legumes para cozinhar.

Para chegar a casa com os sacos repletos de produtos e alimentos saborosos e sobretudo amigos da sua saúde, existem outras estratégias que pode por em prática.

Teresa Branco, fisiologista do controlo de peso, diz-lhe quais são os principais alimentos que não podem faltar na sua despensa e no sue frigorífico, dando-lhe ainda conselhos sobre as melhores forma de os consumir e preparar.

Queijo

Numa seção em que as escolhas vão desde as versões zero por cento, até às mais saborosas, com cerca de 60% de gordura, o bom-senso é a palavra de ordem. «Os queijos com cerca de11 a 14%de gordura são bastante razoáveis em termos de sabor sem serem demasiado gordos», refere Teresa Branco. Camembert, brie, chèvre, ou roquefort são alguns exemplos que podem ser servidos às principais refeições, em substituição da carne ou peixe.

Manteiga

Sabia que a manteiga tradicional, apesar de mais calórica é a opção mais saudável? É que a maioria das manteigas magras são à base de gordura hidrogenada ou vegetal, o que significa que para serem emagrecidas passaram por processos químicos prejudiciais à saúde. A informação contida no rótulo pode ajudar-nos a escolher, «Numa boa manteiga o teor de gordura saturada é inferior ao de gordura insaturada», esclarece a especialista.

Peixe

Um bom peixe distingue-se pelo cheiro a mar e aspeto geral, nomeadamente olhos salientes, pupila negra, córnea translúcida, guelras vermelhas e barriga intacta e rija. Se pressionar o peixe com o dedo e não ficar marca, significa que é fresco. Em caso de dúvida, é preferível optar pelo congelado. A sardinha, cavala, carapau e salmão, por serem ricos em ácidos gordos essenciais, são as melhores opções.

Comentários