Acabe com os mitos light

Descubra as falsas ideias que lhe pretendem transmitir

Devido à crescente e generalizada preocupação com a saúde, os produtos light têm vindo a invadir as prateleiras dos nossos supermercados.

Esta invasão gerou uma grande confusão entre os consumidores.

Para desmistificar alguns conceitos, deitamos por terra os mitos mais comuns em torno destes produtos:

Falso
Se são light, posso comer o que quiser. O consumo de um produto light só será vantajoso em termos calóricos se for consumido na mesma quantidade que o produto na sua versão normal.

Falso
Integral é pobre em calorias. Este termo implica apenas a elaboração com farinha não refinada, à qual se podem acrescentar açúcar e outras gorduras.

Falso

Todas as versões light são pobres em calorias. Existem alimentos, como o açúcar ou o chocolate, que são defeituosamente calóricos e gordos.

Falso
Este tipo de alimentos emagrece. Apenas engordam menos, já que contêm menos 30% menos de um componente e/ou calorias em comparação com o formato original (o rótulo deve indicar qual o elemento que foi reduzido para o produto ser considerado light).


artigo do parceiro:

Comentários