Um copo de vinho equivale a uma ida ao ginásio?

Os cientistas dizem que sim, mas mais ou menos. Ou seja, apesar de um não substituir o outro, os benefícios do vinho assemelham-se aos efeitos do exercício físico na medida em que ambos reforçam os músculos devido à presença de um antioxidante específico neste tipo de bebida.

Se por um lado se sabia que os antioxidantes presentes no vinho também existentes nos frutos vermelhos ou no cacau, agora sugere-se que um dos antioxidantes, o resveratrol, pode ser o segredo do sucesso desta bebida para a saúde.

De acordo com o líder de uma investigação publicada no The Journal of Physiology, Jason Dyck, da Universidade Alberta no Canadá, o consumo de um copo de vinho tinto por dia tem efeitos semelhantes à prática de exercício físico, devido ao aumento do ritmo cardíaco em ambas as situações.

Porém, o investigador deixa o alerta: um copo de vinho não iguala os benefícios do desporto, mas ajuda pacientes que querem fazer exercício mas têm algum tipo de incapacidade a reforçar os músculos.

Apesar de serem precisos mais estudos para comprovar a veracidade desta análise, a verdade é que a corrida pela procura de resveratrol aumentou em sites de venda de suplementos.

Os benefícios do vinho tinto são variados. Não só ajuda a prevenir o cancro, por estar repleto de antioxidantes, como combate doenças cardiovasculares.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários