Gene que provoca obesidade ligado ao cancro de pele

Cientistas defendemq que a presença do FTO pode aumentar o risco de melanoma
4 de março de 2013 - 16h33



Um dos genes que está ligado à obesidade pode também estar associado ao aparecimento de melanomas malignos. A conclusão é de um estudo da Universidade de Leeds, publicado na Nature Genetics.



Os investigadores descobriram, pela primeira vez, uma ligação entre o gene e uma doença que não está relacionada com o aumento de peso. Os indivíduos que contam com uma variação no seu ADN, provocada pelo FTO, o gene ligado à obesidade, correm um maior risco de ter cancro de pele.



Os investigadores analisaram dados genéticos de 13 mil tumores malignos e de 60 mil pessoas não afetadas pelo cancro.



Os autores da pesquisa questionam-se, agora, sobre a possível ligação deste gene com outras doenças não ligadas à obesidade e ao índice de massa corporal.



SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários