Espanha está oficialmente livre do ébola

Espanha está oficialmente livre do vírus do ébola, 42 dias depois dos testes na única paciente contagiada pela febre hemorrágica em território espanhol acusarem negativo.

A 6 de outubro, Teresa Romero, auxiliar de enfermagem de 44 anos, foi hospitalizada depois de ter sido contagiada pelo vírus ébola ao cuidar de um missionário infetado, repatriado da Serra Leoa, e que morreu a 25 de setembro.

A auxiliar, que esteve entre a vida e a morte, conseguiu recuperar da doença. Também o conjunto de pessoas que esteve em contacto com Teresa Romero superou o período de isolamento sem mostrar indícios de contágio.

A infeção de Romero, a primeira fora de território africano, fez temer a propagação da doença em maior escala fora de África.

O vírus do ébola já matou mais de 6.000 pessoas desde início da epidemia. A Organização Mundial da Saúde anunciou na segunda-feira ter cometido um "erro" no último balanço de vítimas, publicado no sábado, que apontava para 7.000 vítimas mortais.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários