Tai chi aquático

Inventado no Japão, o ai chi é uma modalidade terapêutica que potencia o equilíbrio, beneficia o corpo e sossega a mente. Aprenda a praticá-lo em oito passos

O ai chi, também conhecido por tai chi aquático, é uma modalidade muito agradável, acessível e relaxante que foi criada no Japão há alguns anos, pelo atleta campeão de natação Jun Konno. O objetivo consiste em exercitar e alongar as articulações e os músculos, ao mesmo tempo que relaxa a mente e liberta o stresse e a ansiedade provocados pelo ritmo acelerado do dia a dia. Os exercícios devem ser feitos em água quente, a cerca de 33º C.

Como praticar ai-chi em oito passos

1. Entre na piscina através das escadas com movimentos pausados, sem saltar e sem fazer qualquer outro gesto mais brusco. Deve mover-se com suavidade desde o início e o objetivo é que encontre na água um elemento idêntico ao interior do ventre materno numa tentativa de recuperar as sensações e o bem-estar pré-natal.

2. Afaste as pernas até que os pés fiquem alinhados com os ombros. Lentamente, flita os joelhos até que a água chegue perto do queixo. Escute o seu corpo. Oiça o seu batimento cardíaco e o ritmo da sua respiração.

3. Respire fundo, fazendo com que a inspiração comece no diafragma e suba até ao peito. A respiração é parte fundamental do ai-chi, pelo que controlá-la deve ser uns dos seus primeiros objetivos. Quando expira, relaxe os ombros e o peito.

4. Enquanto o seu abdómen se mantém firme e a parte de baixo do seu corpo fica na mesma posição, deixe relaxar os músculos do pescoço e faça a sua cabeça flutuar um pouco. Gire-a lentamente em movimentos circulares, completos e pausados. Passados uns minutos, deixe a cabeça cair para a frente, em direção ao pescoço.

5. Faça com que o seu peso fique repartido entre as duas pernas. Depois disso, concentre todo o peso na perna direita levantando a esquerda. Mantenha a posição durante alguns segundos e faça o mesmo com a perna oposta. Repita o exercício 10 ou 15 vezes com cada perna.

6. Flita os joelhos e dê um passo em frente com a perna direita mas apoiando somente o calcanhar. Durante uns segundos concentre o seu peso na perna que está totalmente apoiada no fundo da piscina. Repita o exercício com a outra perna. Vá alternando entre as duas pernas, fazendo o exercício durante 5 a 10 minutos.

7. Nade de bruços com movimentos muito suaves deixando-se invadir pela água em vez de lutar contra ela. Sinta os movimentos da água como se tivesse regressado ao calor e ao conforto do útero da sua mãe e sinta a harmonia. Vá nadando durante 20 a 30 minutos.

8. Para terminar a sessão de ai-chi, faça um conjunto de respirações profundas como explicado nos primeiros passos. Comece a respirar pelo diafragma, fazendo com que o oxigénio invada o seu corpo a partir daí, enchendo os pulmões vagarosamente. Já fora de água deve fazer alguns alongamentos.

Veja na página seguinte: Onde se sentem os benefícios do ai-chi

Comentários