Saiba o que o está a matar

Acha que é uma pessoa saudável? Que tipo de alimentos ingere? Pratica algum tipo de exercício físico? Vive em função do trabalho? Estas são algumas das questões que deve analisar de forma cuidada se quer viver uma vida com maior qualidade.

Os compromissos profissionais inadiáveis, a falta de tempo para praticar exercício ou o stress constante durante o dia, são hábitos cada vez mais presentes nas nossas vidas e que podem afetar diretamente a saúde.

Olhe à sua volta e tente perceber se as pessoas estão felizes ou saudáveis! Conheça os piores hábitos que estão a prejudicar a sua vida e saúde.

Sedentarismo

Os estudos científicos têm insistentemente mostrado que a falta de atividade física é dos maiores fatores de risco para o desenvolvimento de doenças. O sedentarismo pode ser mais perigoso para a saúde do que a obesidade.

Fast food

Viver de uma forma saudável é uma escolha e está nas nossas mãos. Quando decidimos alimentarmo-nos de fast food, não nos podemos esquecer que provavelmente um dia vamos pagar esse preço. Este tipo de alimentação é uma das principais causas para a obesidade, diabetes, hipertensão ou problemas cardíacos, visto serem preparados de uma forma artificial, não contendo os nutrientes básicos e essenciais à nossa vida.

Trabalhar em demasia

As rotinas dos nossos dias são extenuantes e com volumes de horas de trabalho exageradas, tudo para conseguirmos seguir o espírito consumista da sociedade. Acumular riqueza, trocar de carro, ter uma casa maior ou de férias, comprar as melhores roupas, no entanto, esquecemo-nos que para comprar todos estes bens materiais estamos a sacrificar a nossa saúde. Será que vale mesmo a pena viver uma vida em função destes objetivos, descurando outras coisas como a família e a tranquilidade?

Stress

O stress significa tensão e compreende as perturbações físicas e psicológicas que nos prejudicam ou nos impelem de atingir o equilíbrio. O stress excessivo é um problema difícil de medir e que está cada vez mais presente na vida moderna. Para muitas pessoas tornou-se um modo de vida. Este problema perturba a maioria dos sistemas do organismo, levando a problemas mais graves de saúde, como ansiedade crónica ou depressão.

Mudar está as suas mãos!

artigo do parceiro:

Comentários