Melhore a postura na condução

Apesar de não darmos grande importância à postura durante a condução, este tipo de comportamentos corporais errados podem desencadear uma série problemas crónicos musculo-esqueléticos que o afectam gravemente na sua vida quotidiana

Apesar de não darmos grande importância à postura durante a condução, este tipo de comportamentos corporais errados podem desencadear uma série problemas crónicos músculo-esqueléticos que o afectam gravemente na sua vida quotidiana.

Hoje compilamos alguns dos erros mais comuns durante a condução e as melhores dicas para conduzir com uma postura mais adequada.

Erros mais comuns:

Não apoiar a sua zona lombar no banco. Esta postura acentua a concavidade nesta zona da coluna, aumentando também a projeção da cabeça para frente, desencadeando em primeira instância lombalgias.

Banco muito inclinado para trás. Deixar o banco nesta posição obriga a que o corpo não tenha apoio e que esteja sobrecarregado com tensões desnecessárias.

Conduzir durante muitas horas. Estar demasiado tempo na mesma posição é prejudicial para o seu corpo, podendo desenvolver problemas posturais.

Estar bastante próximo do volante. Esta posição aumenta a tensão nos ombros e punhos, factor de risco para o desenvolvimento de doenças músculo-esqueléticas.

Conduzir com uma apenas uma mão no volante, obrigando o seu corpo a deslocar-se lateralmente (conduzir de lado) e originando escolioses.

Aprenda com estas dicas como melhorar a sua postura na condução

A primeira coisa que deve sempre ter em atenção são os respectivos ajustes no banco, apoios e espelhos, portanto:

Ajuste sempre o banco de forma confortável à sua posição, com atenção para a zona lombar estar bem apoiada e com os joelhos a três ou quatro dedos do volante.

Caso o seu banco também se regule em altura, suba-o até ter uma visão adequada da estrada, contudo as suas pernas não devem tocar o volante.

Na regulação de distância do volante, ajuste para a maior distância desde que seja possível apertar todos os pedais até o fundo com facilidade e sem esticar a ponta dos dedos.

A distância do banco para o volante deve ser tal que os cotovelos permaneçam ligeiramente flexionados (por volta de 120º).

Conduzir com as duas mãos no volante e centrado com o banco para evitar conduzir de lado.

Zona posterior das coxas  e nádegas bem apoiadas no banco sem deixar o pescoço se projetar para frente.

Durante viagens maiores,  aproveite para alongar as zonas corporais envolvidas na condução.

 Da próxima vez que conduzir não se esqueça destas dicas para uma melhor postura

artigo do parceiro:

Comentários