Nova marca portuguesa de aguardente vínica acaba de chegar ao mercado

Mavem, produzida e envelhecida na região do Vale do Tejo, é um projeto de dois irmãos, a quinta geração de uma família produtora de vinhos portugueses do Douro.

Tiago Rocha e Liliana Rocha, dois irmãos, a quinta geração de uma família produtora de aguardentes e de vinhos portugueses do Douro, querem mudar o paradigma da aguardente vínica em Portugal. Para o conseguir, acabam de lançar a Mavem, uma nova marca 100% portuguesa, que produz e envelhece esta bebida na região do Vale do Tejo. «É uma aguardente vínica suave, aromática e extremamente versátil», asseguram em comunicado.

Elaborada a partir da destilação de uma seleção muito restrita de vinhos nacionais, tem um sabor distintivo. «As amplitudes térmicas suportadas pelas barricas ao longo das estações do ano, aliadas à nossa arte da redução progressiva de álcool, conferem a Mavem notas únicas de baunilha, maçapão e laranja», pode ler-se no rótulo da garrafa. A imagem, clássica, vai buscar duas influências estéticas portuguesas.

«Combina o estilo manuelino com uma representação contemporânea do azulejo português que convida à descoberta do rótulo com figuras alusivas à época dos descobrimentos», justificam os criadores. Distribuída em exclusivo pela Empor Spirits, empresa que comercializa outras marcas portuguesas, a bebida fabricada em Rio Maior existe em duas versões e pode ser saboreada simples ou usada na confeção de cocktails.

Nova marca portuguesa de aguardente vínica acaba de chegar ao mercado

Texto: Luis Batista Gonçalves

artigo do parceiro:

Comentários