10 restaurantes para jantares românticos a dois

Para o Dia dos Namorados ou para todos os restantes dias do ano em que vos apetece namorar à mesa, sugerimos uma dezena de espaços de restauração na capital que vale a pena experimentar

Apimentar a sua relação pode ser mais simples do que imagina. Basta, por vezes, escolher os ingredientes adequados. O Dia dos Namorados é uma data muito esperada para os mais apaixonados e, entre os vários programas a dois que se planeiam para este dia, um jantar romântico é programa (quase) obrigatório. Para esta data ou para todos os restantes dias do ano, a Mygon, empresa portuguesa que disponibiliza «o guia local mais completo do mercado», como o descreve, sugere cinco restaurantes.

Nós propomos-lhe outros cinco. Depois de escolher tenha, contudo, em conta que, sobretudo no Dia de São Valentim, não é o único a querer ir jantar fora. Para evitar filas e tempos de espera, a Mygon sugere-lhe que faça a sua reserva entre as milhares de opções que tem para si. Para além disso, através do site ou da aplicação móvel da empresa, pode ainda usufruir de promoções e descontos que darão um toque especial à relação que tem com a sua carteira. Aproveite!

1. The Old House

Coincidência ou ironia, o restaurante The Old House está situado na Rua da Pimenta, um ingrediente picante e afrodisíaco, junto à Travessa da Malagueta, na zona do Parque das Nações, em Lisboa. A localização pode ser um prenúncio do que aqui é servido, num espaço que pretende representar a província chinesa de Sichuan, cuja gastronomia é um paraíso de pratos picantes com generosas doses de pimenta e malaguetas frescas, secas ou em pó. A ementa é variada e todos os pratos têm o seu nível de picante devidamente assinalado com malaguetas. Pode pedir para dosear ou até para abolir este condimento.

2. Zuari

Localizado na zona de Santos-o-Velho, uma das mais animadas da capital, o Zuari é um restaurante goês que, segundo a Mygon, serve «as melhores iguarias da gastronomia goesa e indiana». Com um ambiente acolhedor e elegante, aqui, vai encontrar especialidades como as famosas chamuças, o caril de gambas ou chacuti de galinha. Para a sobremesa, sugerimos o irresistível gelado de manga caseiro. Ideal para partilhar a dois!

3. Delícias de Goa

Situado na Rua do Conde Redondo, em Lisboa, este é um restaurante onde pode provar a influência dos portugueses na gastronomia de Goa. Aqui há uma simbiose perfeita entre a comida indiana e a portuguesa. Exemplo disso é a feijoada à goesa ou a mistura de especialidades como sarapatel, vindalho, cabidela e chouriço à goesa, a par de chacutis, caris e achares. «Um espaço acolhedor, com uma decoração que nos transporta em direção ao Oriente, onde pode saborear as delícias de Goa, com um leve toque lusitano», descreve a Mygon.

4. Maharaja

Localizado em pleno centro histórico da cidade de Lisboa, o objetivo deste restaurante é transplantar para a capital um pedaço da Índia e das suas tradições, através de uma viagem à cultura e culinária indianas. No menu, pode contar com mais de 40 pratos tradicionais deste país. «Para além disso, pode ainda assistir a espetáculos de música e apresentações de dança que irão animar ainda mais a vossa noite», refere a Mygon.

5. Taqueria La Siesta

Se quiser um jantar diferente e fugir ao convencional, pode optar por uma ementa recheada de tacos, taquitos e burritos, num espaço com vista para o rio Tejo, na zona de Alcântara, em Lisboa. A Taqueria La Siesta é um restaurante em jeito de botequim mexicano, onde os sabores fortes, o ambiente acolhedor, as cores quentes e a música o vão transportar para a cultura mexicana.

Veja na página seguinte: Os restaurantes que são a nossa escolha

6. Pão à Mesa com Certeza

Localizado no Príncipe Real, em Lisboa, este restaurante surpreende pela decoração, pelo ambiente intimista e pelo sabor dos pratos que serve, inspirados na tradição gastronómica da cozinha saloia, com uns laivos de modernismo. Para o Dia dos Namorados de 2016, o chef António Amorim desenvolveu um menu especial que inclui uma entrada de salmão curado, tzatziki e ovas de salmão, um prato de atum e um outro de lombo de novilho e uma sobremesa com chocolate, praliné ferrero e menta. Tentador, não?

7. Espaço Espelho d’Água

Em Belém, no meio de um grande espelho de água, que foi construído em 1940 para a Exposição do Mundo Português, o restaurante Espaço Espelho d’Água, renovado em 2015, é atualmente um dos mais românticos da capital. A partir do interior do edifício, consegue-se ter a sensação de estar a flutuar no rio Tejo, o que foi preponderante na hora de decidir fazer um grande investimento na requalificação e restauro do edifício. Com uma localização privilegiada, oferece aos visitantes uma experiência sensorial única. A cozinha de fusão combina sabores nacionais com paladares brasileiros e africanos.

8. Flor de Lis

Flor de Lis, o restaurante do hotel Epic Sana Lisboa, localizado nas Amoreiras, tem um ambiente distinto e intimista, ideal para jantares em todas as épocas do ano. Para o jantar do Dia de São Valentim deste ano, o chef Patrick Lefeuvre elaborou um menu especial, de sabores afrodisíacos com fusão de temperos mediterrânicos, que vai tornar esta ocasião memorável. Para os hóspedes do hotel, a opção é ainda mais confortável e inclui um jantar com um menu diferente, servido no quarto para um ambiente ainda mais intimista. A localização privilegiada do hotel é, além disso, perfeita para passeios românticos pelo centro da cidade.

9. Open Brasserie Mediterrânica

Localizado na Rua de Santa Marta, o restaurante Open Brasserie Mediterrânica também tem um ambiente intimista e acolhedor. Neste espaço de restauração do Inspira Santa Marta Hotel, poderá viver experiências gastronómicas inesquecíveis, confecionadas com os melhores produtos locais, num ambiente confortável e cosmopolita. A ementa especial para o Dia de São Valentim de 2016 inclui especialidades como focaccia com legumes braseados, crocante de frutos do mar com esmagada de batata e funcho, magret de pato com puré de castanhas, cogumelos gratinados e alho francês e granizado de rosé e frutos vermelhos. A sobremesa é uma cookie com mousse de chocolate biológico e frutos vermelhos.

10. Arigato SushiHouse

Desde pequenos que ouvimos que não se deve brincar à mesa com a comida mas no Arigato SushiHouse, no Parque das Nações, pegar nos pauzinhos e levar as especialidades de sushi à boca da cara-metade pode ser bem romântico. Este restaurante aposta num conceito de cozinha japonesa de fusão. Concebido pelo arquiteto João Banazol e pelo empresário Pedro Ribeiro da Fonseca, o espaço, que também inclui uma área lounge e uma esplanada, oferece uma decoração minimalista mas sofisticada e está dividido em dois pisos. Os pratos de inspiração japonesa poderão ser degustados ao som de música contemporânea de fundo.

Texto: Luis Batista Gonçalves

artigo do parceiro:

Comentários