Vamos à roupateca?

Um conceito inovador inspirado na filosofia das bibliotecas permite que as mulheres possam levar roupas para casa, usar e depois devolver, tal como fazem com os livros. A ideia e é já um caso de sucesso

E se, em vez de ir buscar um livro à biblioteca, fosse lá buscar uma peça de roupa? Cá ainda não o pode fazer, mas em Estocolmo, na Suécia, já, na Länegarderoben. O conceito é muito simples. Em vez de comprar roupa, pode alugá-la por uma cota semestral de 45 euros e fica comprometida a devolvê-la nas mesmas condições até três semanas após a requisição.

Nos cabides desta roupateca, como muitos lhe chamam, encontra roupa casual, vintage, roupa de festa e peças de vários estilos concebidas por designers suecos. O objetivo do projeto é abrandar o consumismo mas continuar a ter um guarda-roupa variado. Saiba mais em www.lanegarderoben.se.

artigo do parceiro:

Comentários