Vestidos

Saiba como escolher o modelo que melhor se adapta à ocasião e à sua silhueta (fotos)

Os vestidos são, de facto, uma
peça óptima e que, em alguns
casos, acaba por sair mais barata
do que a combinação de duas ou
três diferentes.

Mas, sendo uma peça única,
é importante que assente bem
no corpo, realçando as nossas
melhores características, algo que nem todos os modelos conseguem. Daí a necessidade de os saber escolher convenientemente.

Além
disso, há que ter em conta que
cada situação exige um tipo de vestido. Comprar um para ir a um casamento não é propriamente o mesmo do que escolher um para ir às compras ou para ir trabalhar. Descubra que vestidos
deve usar consoante o seu tipo
de corpo e aprenda a tirar (ainda) maior partido da sua imagem.

Veja a GALERIA DE IMAGENS DE VESTIDOS

Para ir trabalhar


Opte por vestidos mais sóbrios. Deixe no armário as
cores mais fortes, os decotes muito abertos, os vestidos
que tiverem uma saia muito curta, os tecidos
brilhantes e o excesso de ornamentos. Escolha vestidos
com um corte elegante, em tons neutros, e com
alças mais largas.

Quanto ao comprimento, tudo
depende da sua estatura, tendo sempre em conta
que vestidos muito curtos nunca são apropriados.
Se é baixa, escolha um modelo ligeiramente acima
do joelho e evite grandes volumes. Se sente que não
está em forma experimente vestidos fluidos ou de
silhueta império. Vestidos um pouco mais justos só
se adequam a corpos tonificados, da mesma forma
que vestidos compridos assentam melhor a mulheres
mais altas.

Para sair à noite


O importante é sentir-se sexy. Aqui deverá escolher
um vestido que eleve a sua auto-estima ao máximo
expoente. Pense no seu corpo e na característica
que mais gosta. Se tem umas pernas bem torneadas
opte por um modelo mais justo na saia e mais largo
na parte superior.

Se, pelo contrário, quer valorizar
a sua linha de pescoço, opte por um caicai. Se sente
que a cintura é a sua
mais-valia use um vestido
um pouco mais justo nesta zona. É importante dar
ênfase apenas a uma zona do corpo para não ficar
demasiado exposta.

Para ocasiões especiais


Em relação a casamentos, por exemplo, as
regras já são bastante diferentes no que toca aos
tecidos, às cores e mesmo ao modelo. Escolha
tecidos nobres que fiquem bem com o seu tom
de pele. Se tem os ombros mais largos que os
quadris opte por um vestido caicai ou de alças
largas. Os dois modelos estão muito em voga e
vão equilibrar a sua silhueta.

Se pretender dar
mais destaque à sua cintura e busto, opte por
um modelo cintado e liso, mas com alguns pormenores
no decote que irão chamar a atenção
para a linha do busto. Assim vai conseguir disfarçar
umas ancas mais largas
e alongar a sua figura.

Veja na página seguinte: Os modelos mais adequados para o dia a dia

Para o dia a dia


A palavra de ordem é prático. Se quer passear com
o namorado, com os filhos ou, simplesmente, ficar
sentada numa esplanada com as amigas, o mais
importante é estar confortável.

Conforto não é sinónimo
de desleixo. É possível escolher um vestido
que seja prático, confortável e, ao mesmo tempo,
aprimorado.

Sugerimos o modelo envelope, que fica
bem à grande generalidade das mulheres.

Uma vez
que traça na zona da cintura, tem um decote em V,
ajusta-se á sua silhueta e é extremamente prático. Daí ser uma opção muito recomendada para este tipo de situações.

Cores


Se é morena opte por vestidos de cor clara como o bege ou cores fortes como o azulão.
Se, pelo contrário, possui uma tez clara, opte por tons intermédios. Se forem muito claros vão
desmaiar na sua tonalidade e muito fortes irão causar um choque demasiado grande.

artigo do parceiro:

Comentários