Padrões estampados

Conheça os truques para usar os que mais a favorecem (fotos)

Certamente, já reparou. Este ano, a moda combina com o Verão. Está mais alegre, colorida e até divertida.

Os estampados, sobretudo os floridos e o padrão liberty (tecidos com flores muito pequenas) estão por todo o lado! Seja qual for o modelo ou tecido, uma coisa é certa. Tem um padrão!

A variedade é imensa, assim como as combinações possíveis. Flores, espirais, pontos, bolas, riscas, quadrados e padrões exóticos, tudo se conjuga, projectando-nos de regresso ao passado, agora feito presente.

Seguramente, já reconheceu as suas cores favoritas. Agora resta-lhe apenas saber qual o padrão ideal para disfarçar o que está a mais (ou a menos). Siga os
conselhos de Isabel Branco, consultora de imagem, e aposte no estampado que
mais a favorece.

Veja a GALERIA DE IMAGENS DE ESTAMPADOS FLORAIS E LIBERTY

Imagem de marca

Não há dúvida de que aquilo que vestimos, reflecte a nossa personalidade. De certa forma, pode quase dizer-se que é possível traçar um padrão psicológico através da análise daquilo que costumamos usar. Pessoas tímidas ou reservadas optam, regra geral, por peças e combinações discretas ou clássicas.

Por outro lado, as pessoas mais ousadas e de personalidade forte preferem modelos exuberantes, correndo o risco, por vezes, de se tornarem fashion
victims. Além da vontade de estar na moda ou do facto de nos encantarmos por determinada peça, é importante não esquecer que nem tudo nos fica bem.

Há combinações não devem ser feitas e modelos que, definitivamente, não nos
favorecem. E porque uma imagem adaptada à estrutura física implica reflexão, propomos-lhe a avaliação de três aspectos, a estatura, a silhueta e as zonas críticas.

Estatura e silhueta

Um dos aspectos que pode determinar o efeito final de um estampado é a sua estatura. Assim, se é alta pode combinar vários padrões e riscas horizontais.
Opte por modelos de ombros à vista e cintados, para cortar a figura e evite cores escuras e riscas verticais.

Veja na página seguinte: Recomendações para mulheres de estatura baixa

Para uma estatura mais baixa, o ideal será usar apenas uma peça estampada,
com padrões reduzidos.

As riscas devem ser verticais, já que alongam a figura.
No que toca à silhueta, a elegância dá carta branca aos estampados.

Os motivos e combinados assentam bem, pois avolumam a silhueta, e pode usar folhos e drapeados à vontade, assim como cores fortes. Tenha apenas precaução
com as riscas que, idealmente, devem ser horizontais.

Caso tenha mais curvas, opte por cores menos vistosas, discretas e estampados de padrões pequenos. As riscas verticais favorecem-na, assim como os decotes em V. Seja qual for o padrão, evite modelos justos ou cintados.

Zonas críticas

São três as partes do corpo feminino susceptíveis de gerar controvérsia na
hora de usar um estampado, o peito, a barriga e as ancas. Se o seu ponto-fraco é o peito volumoso, saiba que pode ser disfarçado com decotes em V, riscas verticais e estampados pequenos.

Deve evitar modelos do estilo império ou drapeados na zona do peito. Destacar a parte inferior do corpo é uma boa estratégia. Use saias, bermudas e calças estampadas.

Por outro lado, uma pessoa com pouco peito pode e deve usar estampados à
vontade, de cores vivas e variadas. Riscas horizontais, camisas ou t-shirts com bolsos, decotes à barca ou redondos, modelos drapeados no peito ou estilo império, também favorecem.

Para garantir uma cintura de vespa aposte em tops estampados em tecidos vaporosos e um pouco abaixo da anca. As riscas verticais são uma boa opção.

Caso pretenda disfarçar as ancas, rabo e/ou coxas largas, evite usar estampados nessa zona, dando preferência a cores lisas e discretas. Nunca use riscas horizontais que acentuam a largura.

Figuras de estilo

Anos 70

Os estampados são psicadélicos e cheios de movimento, graças à diversidade
de motivos combinados. Com diversas cores, flores e/ou figuras geométricas, adaptam-se a todas as peças de vestuário.

Podem ser usados a qualquer hora do dia (e da noite), quer seja num estilo
formal ou informal. Não deixam ninguém indiferente.

Flower power

Estão presentes em vestidos, t-shirts, camisas, calças, bermudas, saias, e,
claro está, nos biquínis, fatos de banho e páreos. À noite, aconselha-se, sobretudo em vestidos (curtos ou compridos) de tecidos leves e vaporosos.

Os adereços também não escapam a esta tendência. Carteiras, sapatos e pulseiras, todos se unem no mesmo elemento, as flores.

Veja na página seguinte: Os padrões a imitar peles de animais

Motivos exóticos

São já um clássico que aparece pontualmente combinado com outros estampados ou em peças individuais, nomeadamente em peças de roupa e outros acessórios, em particular as carteiras grandes.

Este ano, estão novamente na moda. As espécies principais são a zebra, a girafa, o leopardo e o tigre.

Símbolo de um look sexy e atrevido, devem ser usados com conta, peso e medida, para não cair no exagero!

Texto: Mariana Menezes com Isabel Branco (consultora de imagem)

Foto: Artur (com produção de Mónica Maia)

artigo do parceiro:

Comentários