Pele de inverno

Os cuidados essenciais a ter para a proteger durante os dias mais frios

Sabe o que acontece à pele quando é exposta ao frio caraterístico do outono e do inverno?

Nestas estações, a pele é sujeita a fatores externos, tais como as temperaturas baixas ou o vento, que podem tornar a pele mais seca.

Além disso, esta é também uma época em que, com o frio da rua e o calor interior, a pele é sujeita a muitas variações térmicas.

Tal sucede em resultado da utilização do ar condicionado ou da opção por banhos mais quentes e tendencialmente mais prolongados. A pele fica visivelmente mais seca nessas situações e, se não tiver cuidados de proteção e de hidratação, pode estar a acelerar o seu processo natural de envelhecimento. O facto do corpo não andar tão exposto não deverá ser sinónimo de falta de cuidado da pele, uma vez que essa atitude pode ter consequências indesejáveis.

Também nos dias mais frios de primavera e de outono e sobretudo no inverno é importante manter os níveis de hidratação de pele, caso contrário, esta ficará áspera, podendo causar algum prurido, escamação ou zonas gretadas. Assim, além de ingerir líquidos regularmente, é essencial aplicar um creme rico, que proporcione um efeito de longa duração, quando o corpo é exposto a temperaturas baixas.

As extremidades do corpo, sobretudo as mãos, os pés, as orelhas e o nariz, são as primeiras partes do corpo a sentir as temperaturas baixas. Para prevenir o corpo dos efeitos resultantes destas mudanças de temperatura a solução deve aplicar frequentemente um creme hidratante, nomeadamente após a lavagem das mãos. Também é essencial que proteja os lábios evitando que fiquem secos e gretados.

artigo do parceiro:

Comentários