Os problemas estéticos que as vitaminas combatem

São essenciais para o bem-estar de todo o organismo, desempenhando um importante papel para que a pele se mantenha saudável e se revele luminosa. Os conselhos de um dermatologista.

Sem vitaminas, ficaríamos mais vulneráveis a infeções, correndo o risco de desenvolver outras complicações graves que poriam em risco a nossa saúde. É por isso que, vezes sem conta, ouvimos, quando crianças, que devemos comer fruta e legumes, ricos em vitaminas, para nos mantermos mais fortes. Além de todos estes benefícios, as vitaminas contribuem para que a pele fique luminosa, saudável e se mantenha jovem.

«Numa perspetiva de cuidados de beleza, as vitaminas do complexo A, B, C, E e K são as mais relevantes», revela David Serra, médico dermatologista. Para que possa usufruir de todos os seus benefícios, o especialista explica de seguida em que produtos de cosmética pode encontrá-las e os cuidados a ter. Veja também a galeria de imagens com 20 alimentos que ajudam a combater as rugas naturalmente.

Vitamina A é fonte de juventude

A vitamina A «é importante para o crescimento e desenvolvimento do ser humano, assim como para a saúde da visão e para fortalecer o sistema imunitário», refere David Serra, médico dermatologista. Na pele, contribui para a «renovação e diferenciação celular, ajudando, ainda, a que a epiderme fique mais regular e lisa, com menos obstrução dos poros», explica.

Além disso, a vitamina A é também benéfica em casos de inflamação na pele, como a acne. É ideal para «combater o envelhecimento, pois a sua ação reduz as rugas e as manchas, e no tratamento da acne».  «Está presente em cremes e séruns de antienvelhecimento, produtos antiacne e cremes com poder despigmentante».

«A noite é a melhor altura para utilizar cosméticos com esta vitamina, de modo a evitar o contacto com a luz solar», esclarece o especialista. No entanto, se «tem pele sensível, com eczema ou com uma tonalidade clara, ou se passa muito tempo exposta ao sol», deve evitá-los, defende ainda.

Vitamina B para combater as inflamações

São várias as vitaminas do complexo B que desempenham um papel importante no «metabolismo celular, ou seja, no funcionamento das células», esclarece. «É o caso da vitamina B1 (tiamina), da B2 (riboflavina), da B3 (niacina), da B5 (ácido pantoténico) ou da B6 (piridoxina)», esclarece David Serra. No caso da pele, «destacam-se as vitaminas B3 e B5, devido aos efeitos anti-inflamatórios e antienvelhecimento que reproduzem», adianta.

Ideal para quem sofre de inflamações na pele, como acne, e «em casos de unhas frágeis e queda de cabelo». Faz parte de «produtos para acne e para o cabelo (em ampolas e champôs), assim como de suplementos alimentares para unhas e para cabelos». Se «tem alergia ou intolerância cutânea específica a um derivado ou precursor das vitaminas do complexo B», deve evitá-los, sugere o especialista.

Veja na página seguinte: Outras vitaminas que melhoram a qualidade da pele

Comentários