Mãos como novas

A experiência de uma mulher que, ao vencer um passatempo da revista Ultimate Beauty, ganhou livre acesso a um conjunto de tratamentos que apagaram as marcas de idade que exibia

«Por que é que tens umas mãos tão velhas?», insistia. A pergunta que lhe era colocada pela filha pequena de forma recorrente foi um dos motivos que levaram Piedade Gominho, uma secretária com 47 anos, a concorrer a um passatempo da revista Ultimate Beauty. Em causa estava a possibilidade de aceder gratuitamente a vários tratamentos de rejuvenescimento das mãos. «Sonhar é acreditar que os milagres acontecem e que umas mãos jovens e belas poderei ter», dizia na candidatura. Fomos conhecer os pormenores dos tratamentos e perceber se o sonho se concretizou.

O plano de tratamento definido pelos especialistas da Dermage – Clínica de Dermatologia e Rejuvenescimento, em Lisboa, começou por um processo de diagnóstico e avaliação. O plano de tratamentos foi delineado com base na observação realizada nesta consulta inicial. «Foram ouvidas as expectativas da cliente e observado o estado de envelhecimento do seu rosto e das suas mãos, já que nunca rejuvenesço demasiado as mãos se o rosto está envelhecido», explica Alexandra Osório, diretora da Dermage e dermatologista responsável pelos tratamentos.

Vários parâmetros foram avaliados, como «a elasticidade, tonicidade, hidratação e estruturas anatómicas, isto é, se ossos, veias, artérias, nervos e tendões estavam ou não muito visíveis ou salientes», elucida a especialista. O diagnóstico não deixou dúvidas. «As mãos estavam mais envelhecidas que o rosto», recorda. Assim, foi traçado um plano de tratamento adequado ao estilo de vida da paciente.

«Nunca gostei das minhas mãos. Sempre as achei envelhecidas para a minha idade. Tinha um grande complexo porque achava que tinha mãos de velha. Além disso, eram muito secas e desidratadas, com pouca vitalidade», contava Piedade Gominho antes de iniciar os tratamentos estéticos que lhe foram recomendados pela dermatologista. Em outubro de 2011, Piedade Gominho iniciou os procedimentos que lhe foram prescritos, em harmonia com as necessidades identificadas.

«Os objetivos eram aumentar a elasticidade e tonicidade da pele do dorso das mãos, disfarçar a visibilidade das veias, artérias e tendões na mesma zona e melhorar a hidratação», enumera Alexandra Osório. «Depois de examinar as minhas mãos, a doutora Alexandra notou que estavam bastante desidratadas e que lhes faltava textura. Era como se a minha pele estivesse agarrada aos ossos – e disse que com um preenchimento ficariam melhores», explica ainda.

O plano de tratamentos passo a passo:

1. Spa de mãos Dermage

Segundo Alexandra Osório, este tratamento ocorre em quatro etapas. Primeiro, uma esfoliação da pele das mãos através de um esfoliante de ervas. De seguida, é aplicada uma máscara hidratante com efeito oclusivo e procede-se a uma massagem para favorecer a penetração do produto. Finalmente, é realizada uma sessão de Freeze em todo o dorso das mãos e dedos. «O Freeze é um equipamento de radiofrequência e ondas eletromagnéticas que estimula a produção interna e espontânea das fibras de colagénio e elastina naturais da derme, para a pele ficar mais elástica e tonificada», explica.

São necessárias, em média, nove sessões, de 20 minutos cada. Cada sessão tem um custo aproximado de 150 €. «Primeiro aplicavam-me um creme para massajar, depois adicionavam uma ampola, que diluíam com outra massagem e depois usavam o manípulo de um aparelho à volta do peito da mão. A sensação era boa, libertava calor», salienta Piedade Gominho, visivelmente satisfeita com a evolução do processo.

Veja na página seguinte: Os restantes procedimentos que integraram o tratamento

Comentários