Excesso de pelos corporais nas mulheres

Não é apenas um problema estético que afeta a autoestima de que não se consegue olhar ao espelho. É também um problema médico. Saiba porquê e veja como o pode combater

Muitas mulheres têm dificuldade em lidar com o problema. Estamos a falar sobre demasiados pelos em todo o corpo (rosto, no peito, na parte inferior da barriga, nos lábios vaginais, em toda a zona genital). Porque é que isto é um problema? Porque é um sinal de desequilíbrio hormonal. As mulheres que têm excesso de pelos no corpo têm mais hormonas masculinas do que é normal. Os homens e as mulheres produzem hormonas, mas em proporções diferentes. Os homens têm mais das chamadas hormonas masculinas, enquanto as mulheres têm mais hormonas femininas.

Este equilíbrio também influencia o ciclo menstrual porque as hormonas masculinas impedem a ovulação e podem provocar o aparecimento de quistos nos ovários. As razões para o excesso de pêlos corporais nas mulheres são várias. A causa é normalmente os ovários produzirem demasiadas hormonas masculinas. Os ovários podem ser influenciados por um aumento da quantidade da hormona insulina, que baixa a quantidade de açúcar no sangue.

Mas a situação também pode ser hereditária, por isso se quiser culpe os seus pais. O funcionamento irregular dos ovários afeta cerca de 10% das mulheres. Além do excesso de pelos, o funcionamento irregular dos ovários também causa ciclos menstruais irregulares, tendência para a obesidade e uma voz mais profunda. Pode também seguir outra direção e provocar queda de cabelo, aumento do açúcar no sangue, pressão sanguínea e colesterol, problemas de pele e por aí fora...

Como podemos combater o excesso de pelos corporais nas mulheres?

É importante que descubra se os seus ovários não estão a funcionar corretamente o mais rápido possível porque esta situação pode causar muitos problemas mais tarde (como infertilidade e problemas cardíacos, por exemplo). Muitas vezes (se as irregularidades forem descobertas atempadamente) perder peso pode ajudar. Com isto pode livrar-se de muitos problemas, e entre outros, pode ajudar a restabelecer o seu equilíbrio hormonal.

Pode também usar comprimidos hormonais (como pílulas contracetivas) e comprimidos para regular o açúcar no sangue e o colesterol. As mulheres que querem engravidar tomam comprimidos que induzem a ovulação. O tratamento e o restabelecimento do equilíbrio no corpo não irá ajudar com excesso de pelos corporais. Este problema tem de ser resolvido com a remoção dos pêlos. Para a remoção definitiva, a eletrólise é uma boa solução. Esta é, na verdade, uma condição que exige que mude a sua vida em todos os aspetos.

Outras razões para o excesso de pelos corporais nas mulheres

O excesso de pelos no corpo também pode ocorrer durante a menopausa devido ao decréscimo da quantidade de hormonas femininas. Esta é a situação rara em que a hipófise não está a funcionar corretamente. A hipófise é uma glândula situada no cérebro que influencia indiretamente o crescimento, a pressão sanguínea, a produção de leite, os órgãos sexuais masculinos e femininos, o funcionamento dos rins, a sensação de fome, a quantidade de pelos.

O funcionamento irregular da hipófise pode dever-se a um acidente, a um tumor ou a terapias em que o cérebro tenha sido submetido a radiações. A presença de pelos é desejável até certo ponto porque estes protegem o nosso corpo e as nossas zonas íntimas. Mas também pode ser um problema grave, não só físico como também psicológico. Pode definitivamente provocar muitos transtornos às mulheres que os têm.

artigo do parceiro:

Comentários