Jovens negligenciam métodos contracetivos

Um em cada 20 nascimentos são de mães adolescentes

Apesar do uso de métodos contracetivos estar a crescer rapidamente, mais de 1/3 dos jovens sexualmente ativos não utiliza regularmente contraceção, revelou um estudo do Instituto de Ciências Sociais. 

 

O facto da vida sexual dos adolescentes começar cada vez mais cedo também dificulta a sua utilização por receio dos pais.

«Apesar dos esforços de divulgação sobre a importância do uso de contracetivos junto dos jovens, Portugal é ainda um dos países europeus com maior taxa de adolescentes grávidas. Um em cada vinte nascimentos são de mãe adolescente», comentou já publicamente Teresa Bombas, da Sociedade Europeia de Contraceção (SEC).

Para contrariar esta tendência, foi criado, em 2008, o Dia Mundial da Contraceção, que se assinala a 26 de setembro. Durante as conversas que tiver com o seu filho adolescente ou até mesmo pré-adolescente, é importante passar a mensagem que a contraceção é muito importante não só para evitar gravidezes indesejadas como para prevenir doenças sexualmente transmissíveis.

artigo do parceiro:

Comentários