As práticas alimentares dos pais podem afetar o peso dos filhos

Estarão as práticas relacionadas com a gestão de alimentos dos pais associadas ao peso do adolescente?

O estudo Práticas alimentares dos pais relacionadas com o estado do peso do adolescente: um estudo populacional, publicado ontem na revista Pediatrics, descobriu que o hábito de controlar as práticas parentais relacionadas com a alimentação, incluindo a restrição alimentar e a pressão para comer, são comuns entre os pais de adolescentes.

 

A restrição alimentar foi mais frequentemente relatada por pais de adolescentes com excesso de peso ou obesos, enquanto que as práticas de pressão para comer foram mais usada por pais de adolescentes com peso considerado adequado.

 

Além disso, os pais estavam apresentam maior propensão do que as mães para o recurso a práticas de pressão para comer e os rapazes adolescentes eram mais propensos do que as raparigas adolescentes a serem alvo da pressão para comer. O uso de práticas de restrição alimentar não variou entre géneros, tanto nos pais como nos adolescentes.

 

Os autores concluem que em vez de usar a restrição alimentar ou pressão para comer como práticas parentais, os pais dos adolescentes devem ser encorajados a recorrerem a comportamentos que evitem um aumento de peso pouco saudável. Tais comportamentos incluem fazer refeições regulares em família, tornar disponíveis em casa alimentos nutritivos, adotar escolhas alimentares saudáveis e estimular a autonomia dos adolescentes na autorregulação da ingestão de alimentos.

 

 

Maria João Pratt

artigo do parceiro:

Comentários