Como evitar situações de asfixia em bebés

Esta é das situações mais temidas pelos pais. Deixamos-lhe 11 medidas que deve ter em con-sideração, de modo a evitá-la.

1. Faça uma escolha criteriosa daquilo que dá à criança para ela brincar;

2. Evite objetos pequeninos;

3. Evite brinquedos com peças que se possam soltar, sem arestas vivas e que sejam de fácil limpeza;

4. Tenha cuidado com o que é alcançável. Para a criança, uma moeda, uma pilha, um porta-chaves, um isqueiro… tudo é um brinquedo!

5. Caso existam crianças mais velhas em casa, ter o cuidado de guardar os brinquedos com peças mais pequenas, em zonas mais altas;

6. Crie regras com a criança mais velha: onde é que ela pode jogar – não jogar no chão, por exemplo –, contar as peças, tal como se faz nos infantários, para se ter a certeza que não fica nenhuma desaparecida;

7. No caso das moedas, elas entram e saem. Pode, no entanto, haver outro tipo de coisas, como as pilhas, que no estômago podem provocar intoxicação;

8. Muitas situações de asfixia são com alimentos duros, que se dão por graça, como a amêndoa, o amendoim, o rebuçado, a fava… São alimentos desaconselhados nestas idades;

9. Na cama, é importante retirar os brinquedos e não ter cobertores muito pesados; 

10. Faça a cama de baixo para cima, ou seja, ponha o lençol e os cobertores só até à altura do pescocinho;

11. Para evitar estrangulamento, fios e correntes das chuchas, roupas e acessórios, só podem ter no máximo 20 centímetros de comprimento.

 

Aprenda mais sobre como prevenir os acidentes na primeira infância na VI Conferência Cuidar de Cuidar o Nosso Bebé.

Para marcar presença neste encontro deve confirmar presença na página de Facebook Conferência “Cuidar de Nós, Cuidar o Nosso Bebé”, sendo que quem se registar até ao dia 15 de fevereiro, ganha duas entradas grátis. Pode também enviar um e-mail para o endereço anossagravidez@goody.pt.

 

Fonte: A Nossa Gravidez, com APSI


Siga este e outros temas sobre educação, saúde e cuidados ao bebé no nosso Facebook

artigo do parceiro:

Comentários