Casais que partilham cuidados com os filhos têm uma vida sexual mais satisfatória

Um novo estudo apresentado pela Associação Sociológica Americana revela que os pais que partilham as tarefas relacionadas com os filhos têm um relacionamento mais saudável e feliz

Os casais que partilham as tarefas relacionadas com os filhos tendem a ter um relacionamento de maior qualidade, assim como uma vida sexual mais satisfatória.

Investigadores responsáveis pelo estudo entrevistaram perto de 500 casais heterossexuais com filhos e descobriram que quando o homem e a mulher dividem igualmente tarefas como colocar os filhos a dormir, mudar as fraldas, brincar com eles no parque, os casais discutem menos, têm uma relação mais feliz, e relações sexuais mais frequentes.

O estudo indica também que cuidar dos filhos é o maior problema na vida de um casal e que afeta o seu relacionamento de forma negativa. Mas quando a partilha é de 50%, esse problema praticamente desaparece.

A pesquisa foi efetuada de acordo com três parâmetros: cuidados físicos e emocionais, interação com a criança e estar perto da criança, que incluía supervisão e monitorização.

Através destes parâmetros os investigadores procuraram perceber quem era o responsável por criar as regras, reforçá-las ou castigar a criança sempre que as quebrava, quem elogiava a criança pelas suas conquistas,
e quem brincava com ela.

O responsável pelo estudo pretende alargá-lo para perceber porque é que a partilha é tão importante para os casais.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários