Rastreio da hepatite B no período gestacional

A saúde da mãe e do feto deve ser acompanhada durante toda a gravidez. O rastreio de doenças infecciosas virais, tais como a hepatite B, é essencial.
créditos: AFP

Para o diagnóstico da infeção pelo vírus da Hepatite B (VHB) é necessário recorrer a um painel de análises específicas que permitam o seu despiste e diagnóstico, tais como: o AgHBs, uma proteína de superfície do vírus que pode ser detetada no sangue 2-3 semanas após a exposição ao vírus, podendo ser encontrada até às 20-24 semanas pós infeção; o Ag Hbe, proteína do envelope viral, que pode ser detetada na corrente sanguínea a partir das 4-5 semanas e até às 12-13 semanas após infeção; o anticorpo anti-HBc (proteína do core viral), classe IgM, que pode ser detetada entre as 8 e as 32 semanas (podendo ser o designado “período de janela” entre as 24 e as 32); o anticorpo anti-HBc (produzido em resposta ao AgHBs) que pode ser detetado a partir das 32 semanas e que permanece como “cicatriz imunológica” da infeção (ou da vacinação); o anticorpo anti-Hbe, se ocorrer, aparece a partir das 16 semanas.

Os testes utilizados que permitem fazer o diagnóstico diferencial entre uma infeção recente e uma antiga ou imunidade vacinal e que devem ser utilizados no despiste inicial, no âmbito de uma consulta pré-concecional ou no primeiro trimestre, são: Ac.anti-HBs, AgHBs e anticorpo anti-HBc IgM. As grávidas não vacinadas e cujo rastreio foi negativo, devem repetir a pesquisa do AgHBs no 3º trimestre.

O diagnóstico de infeção aguda ou de portador assintomático é confirmado pela demonstração do antigénio de superfície do vírus, AgHBs, ou pela deteção do ADN viral no sangue ou ainda pelo surgimento do ac.anti-HBc.

O risco de transmissão do vírus da Hepatite B da gestante para o filho durante a gravidez é elevado quando a mãe é portadora do AgHBs. Nestas situações, a probabilidade de o recém-nascido adquirir a infeção é de 70 a 90%.

A infeção pelo vírus da Hepatite B pode ser evitada caso a gestante seja vacinada antes da conceção ou a partir do segundo trimestre de gestação. Quando a gestante é diagnosticada com Hepatite B, o recém-nascido deve ser vacinado com imunoglobulina até 12 horas após o parto.

Por Maria José Rego de Sousa, Médica, Doutorada em Medicina, Especialista em Patologia Clínica

Maria José Rego de Sousa, Médica, Doutorada em Medicina, Especialista em Patologia Clínica

artigo do parceiro:

Comentários