Vacinas obrigatórias

Conheça as vacinas que estão no plano nacional de vacinação e que devem ser tomadas desde o nascimento

Representam um verdadeiro pavor para muitas crianças.

As vacinas não são mais do que uma substância derivada ou quimicamente semelhante de um agente infecioso que provoca determinada doença, fazendo com que o sistema imunitário produza anticorpos que nos protegem da patologia em questão.

A maioria são dadas durante a infância mas também os adultos devem ser vacinados de acordo com o Plano Nacional de Vacinação, que integra as vacinas consideradas mais importantes para defender a saúde da população em Portugal. Para conhecer a lista completa das vacionas opcionais, clique aqui.

BCG

Previne a tuberculose, uma doença infectocontagiosa originada pelo bacilo de Koch e que é transmitida através de gotículas de saliva que contenham esse mesmo agente infecioso. É administrada à nascença em unidose.

VHB

Protege da Hepatte B, uma doença que afeta o fígado e que, na sua forma mais grave, pode dar origem à cirrose e a cancros do fígado. A sua forma de transmissão é sexual, sanguínea ou da mãe para o feto.

Esta vacina é administrada em três doses: à nascença, aos dois meses e aos seis meses. Para os jovens nascidos antes de 1999 não vacinados anteriormente, deve ser dada entre os dez e os 13 anos.

VIP

Previne a poliomielite, uma doença provocada pelo poliovírus que afeta o sistema nervoso e pode dar origem à paralisia permanente. O vírus transmite-se por ingestão de água ou alimentos contaminados.

Esta vacina é dada em quatro doses aos dois, quatro e seis meses, sendo a última dose tomada por volta dos cinco ou seis anos.

Comentários