Poderosa natação

Saiba por que deve levar o seu filho a nadar

É uma das atividades físicas mais completas, faz bem e eles ainda por cima adoram! Na piscina (em qualquer altura) ou na praia (quando o calor aperta), é inevitável pensar em mergulhos frescos e revigorantes.

 

A água é símbolo de diversão e não há criança que resista. Para além de ser divertido brincar na água, nadar faz bem.

 

«A natação ajuda a aumentar a resistência cardiovascular e cardiorespiratória e reforça a circulação de oxigénio por todo o corpo, ao mesmo tempo que fortalece braços, pernas, costas, ombros e trabalha os músculos abdominais e dorsais», sublinha Duarte Galvão, fisioterapeuta e professor de natação.

Benefícios para todos

A grande vantagem da natação face a outras modalidades é que não existe impacto. «Como estamos dentro de água, temos a força da sustentação da água, o que minimiza o perigo de lesões articulares e de algum impacto que possa haver a nível a coluna lombar», afirma o fisioterapeuta.

Esta é, por isso, uma modalidade indicada para pessoas de diversas idades, com pesos e constituições físicas muito diferentes. «A corrida e o step, por exemplo, são atividades desaconselhadas a pessoas mais pesadas, enquanto a natação está indicada para toda a gente», sublinha.

Ao nadar, trabalhamos simetricamente o corpo e temos um trabalho generalizado que engloba toda a parte muscular. Para além disso obriga-nos a uma respiração cíclica, por isso, ensina-nos a respirar e a coordenar os movimentos», explica o fisioterapeuta.

Aquecer é essencial

Como a natação é uma atividade mais lúdica, sobretudo em férias, muitas vezes o aquecimento fica esquecido. «A natação provoca movimentos corporais que não fazemos no dia a dia e se os músculos não estiverem preparados podem ocorrer cãibras», alerta Duarte Galvão.

«Principalmente no mar que normalmente está muito mais frio do que a temperatura ambiente, havendo um choque térmico elevado», sublinha. «Os músculos contraem-se automaticamente, para contrariar o frio repentino, e facilmente ocorrem cãibras e dores musculares», acrescenta ainda.

Para o evitar, devemos beber muita água e fazer um ligeiro aquecimento antes de irmos nadar. Se o seu filho tiver uma cãibra, deve então procurar uma zona onde tenha pé, sair da água e alongar-lhe e massajar-lhe o músculo afetado.

Comentários