Mito: fazer terapia da fala antes ou depois da utilização do aparelho ortodôntico?

Conhece alguém que tenha feito tratamento ortodôntico e, passado algum tempo, se tenha queixado que os dentes voltaram a “ficar tortos”?

As razões que nos levam a fazer o tratamento podem ser muito variadas e, por isso mesmo, a equipa que segue a criança deverá abranger diferentes perspetivas e áreas de conhecimento essenciais para o sucesso terapêutico.

 

Apenas uma equipa multidisciplinar conseguirá potenciar a intervenção no sentido de obter os resultados mais favoráveis num menor curto espaço de tempo, assegurando uma menor probabilidade de recidiva.

 

O objetivo da utilização do aparelho vai muito para além da estética. Mais do que ter um sorriso bonito, é essencial que o seu filho tenha uma respiração predominantemente nasal e consiga realizar atividades como: beber pela palhinha, soprar velas e balões, expressar os seus sentimentos através da mímica facial e fazer caretas, adquirir os sons de fala de acordo a sua idade.

 

O terapeuta da fala é um dos elementos indispensáveis na equipa multidisciplinar para avaliar e intervir nas funções antes, durante e após o tratamento ortodôntico.

 

Ao mexer nas estruturas que interferem em funções como a respiração, mastigação e fala, o terapeuta da fala tem a responsabilidade de avaliar essas mesmas funções antes da aplicação do aparelho para perceber qual a relação estabelecida entre a forma (estruturas anatómicas) e a função. A relação é de interdependência e, por isso, ao alterar a forma a função vai ser condicionada e vice-versa. Por exemplo, uma criança que utilize chucha durante muito tempo, a dentição vai-se desenvolvendo com os vectores de crescimento alterados, como consequência do espaço ocupado pela chucha. Esta alteração pode condicionar a respiração, a fala, a mastigação e a deglutição, diminuindo a sua qualidade de vida.

 

Não existe um método, uma regra ou norma que dite que a intervenção do terapeuta da fala deva ser feita antes ou depois da correcção ortodôntica.

 

Se o seu filho precisa de tratamento ortodôntico, certifique-se de que tem a opinião de um terapeuta da fala de modo a maximizar os benefícios do tratamento ortodôntico.

 

Ana Paris & Ana Beirão
Terapeutas da Fala

 

PIN - Progresso Infantil

artigo do parceiro:

Comentários