Malefícios do método "choro controlado"

Conhecer o tipo de choro é imprescindível para que os pais possam conhecer melhor o seu bebé

O método do "choro controlado" consiste em deixar o bebé chorar por períodos progressivamente maiores, para remover "manhas" ou maus hábitos no campo do sono e ensinar a dormir. (Aqui o choro, é considerado choro genuíno e não um género de “ reza” que os bebés usam como barreira sonora para se abstraírem do envolvente e conciliarem o seu próprio sono)

 

A metodologia tem os seus méritos, pois na sua génese passa por eliminar quaisquer “muletas” que se possam comprometer a conciliação do sono, que se quer tanto simples como autónoma. Assenta na base correcta de que para adormecer apenas é necessário condições básicas e ter sono. Na sua base, dormir é isso mesmo, é “desligar” e abstrair de qualquer distracção ou associação a outros elementos.

 

No entanto, este método, quando utilizado por experimentação, pode deixar marcas porque afeta a confiança que o bebé desenvolve com a Mãe/Pai e compromete a sua noção de segurança.

 

O método descura uma série de premissas essenciais da conjugação com outros campos, importantes no desenvolvimento equilibrado do bebé e igualmente promotores do sono. Descura pormenores relevantes do campo da alimentação, como adequação com ritmos de alimentação, ocorrência de impulsos de crescimento, ou ausência de um gradual e sólido desmame nocturno. Descura igualmente alicerces relevantes do campo emocional, pois pretende conquistar o autocontrolo emocional através da desistência de choro.

 

O método analisa o campo do sono como um campo independente a qualquer outro na vida do bebé. E por isso em questões de proteger, promover e ensinar a dormir a médio, longo prazo, o método torna-se limitado e incompleto.

 

Além de algo cruel, deixar um bebé a chorar, é como se lhe disséssemos: "Eu não me importo com o que tu sentes", o que o faz sentir-se ignorado nas suas maiores dificuldades (como controlar as suas próprias emoções e movimentos, especialmente quando já está cansado e tem mais dificuldade em fazê-lo), mesmo que seja apenas por 5 minutos - para o bebé 1 minuto pode parecer uma eternidade. O bebé sente-se inseguro porque não sabe se vai conseguir acalmar-se sozinho, também não sabe se os Pais o irão confortar ou se o abandonaram.

Comentários