Creme barreira

Saiba como escolher o creme muda fralda para o seu filho

Em contacto com a urina e fezes, especialmente no ambiente escuro, húmido e quente da fralda, a pele mais sensível do bebé pode ter tendência para ficar irritada e até desenvolver infeções.

 

Para garantir que a derme do seu filho se mantém saudável, mude a fralda com frequência.

 

Evite ainda usar toalhetes de limpeza abrasivos, lave a zona com água, especialmente nas pregas, sempre que possível e utilize um creme de barreira para proteger a derme, em especial, nos recém-nascidos. O pediatra Mário Cordeiro, autor de «O Grande Livro do Bebé», deixa-lhe algumas pistas para tomar a melhor decisão na hora de comprar.

 

3 aspetos a ter em conta


- Opte por cremes que contenham ingredientes-chave que protejam a pele do bebé, como óxido de zinco, óleo de fígado de bacalhau e vitamina A.
 

- Procure no rótulo expressões como «agentes emolientes ou hidratantes» e «fórmula não-oclusiva».
 

- Escolha a textura em função da facilidade de aplicação.

 

Como usar:


1. Aplique o creme barreira duas a três vezes por dia e sempre que o bebé fizer cocó.

 

2. Não exagere na quantidade. A pele tem de respirar. Use uma porção equivalente a uma azeitona, distribuindo o creme em movimentos da para trás.

 

3. Mude de fórmula se verificar que o bebé é alérgico ao produto que escolheu. Para evitar esta situação deve usar a mesma linha nos vários produtos do bebé.

 

4. Reforce a aplicação se o bebé estiver a tomar antibióticos, em que a derme fica vulnerável a microrganismos que podem infetar a derme.

 

5. Se o bebé estiver assado substitua o creme barreira por um produto específico para assaduras. O pediatra poderá receitar um antifúngico ou à base de corticoides, à venda em farmácias.

Comentários