Causas que incentivam e enraízam o despertar de um bebé na madrugada: Causa Fome

Já se conhecem as principais causas do despertar noturno, e é possível controlá-las caso sejam identificadas e resolvidas desde mais cedo para evitar que se tornem um hábito

Por Carolina N. Albino

Especialista em Ritmos de Sono do Bebé

É importante que o sono do bebé não seja analisado como um campo independente a qualquer outro campo relevante da vida do bebé. É preciso coordenação nos hábitos de alimentação, atividade e comportamento. Estes influenciam directamente o sono e vice-versa. Por exemplo: um bebé que não come bem, é um bebé que tendencialmente não dorme bem. Curiosamente o contrário também se verifica. Um bebé que tem actividades desajustadas para a sua capacidade de processamento, seja em duração ou em tipologia, é um bebé que não dorme bem. Curiosamente quando um bebé não dorme o que precisa, os seus momentos estando acordado podem ficar mais desconcentrados e rabugentos. Estes são só alguns exemplos. Para o melhor desenvolvimento e aprendizagem são necessárias as melhores experiências enquanto os bebés estão acordados. As melhores experiências enquanto acordados, precisam da melhor experiencia ao nível do que as agrega e processa - o sono.

Convido-a a conhecer mais acerca do início das causas que fazem o bebé chorar e acordar a meio da noite, e as causas que o fazem enraizar esse despertar num o hábito. Neste artigo analisarei a primeira destas causas: a Fome, nos próximos artigos abordarei as restantes: o pouco sono diurno, o adormecer comprometedor, a rotina desajustada, as repostas dos pais que intensificam estes despertares, a hiperestimulação nas atividades diurnas e as causas ambientais.

Primeira causa: FOME

Porque o corpo está em rápido crescimento, toda a alimentação que não for feita durante o dia o bebé terá tendência para compensar durante a noite. O bebé acordará pelo desconforto da fome, noite após noite e mesmo mês após mês, caso continue impercetível aos olhos dos pais que durante o dia consideram que comeu o suficiente. O bebé está a crescer a uma velocidade incomparável com qualquer outra fase da vida, e como tal, precisa de um aporte calórico capaz de o satisfazer durante as 24h, parte delas a dormir, e por isso mesmo deve ser orientado para se alimentar de forma evolutiva, idealmente durante o dia, pois caso contrário irá comprometer continuamente o sono nocturno, em especial na passagem dos impulsos de crescimento.

A importância de ensinar a comer bem durante o dia é tanta, como a de ajustar os seus ritmos de alimentação à sua idade, numa rotina diurna ajustada. Esta rotina deve contemplar uma ajustada preparação do desmame noturno, sem isso, poderá ser difícil o bebé gradualmente atingir a capacidade de dormir cada vez mais horas sem a necessidade de interromper o sono para se alimentar durante a madrugada. E pode bastar um dia, ou uma refeição com menos quantidade para se revelar num ou vários despertares a chorar durante a noite.

Comentários