Babywearing: moda ou conforto?

Qual a verdadeira importância desta técnica de transporte do bebé que tem ganho cada vez mais adeptos.

O babywearing é uma técnica ancestral de carregar bebés, é uma forma de transportar os bebés sempre junto aos pais e mães, recorrendo ao uso de panos, slings ou mochilas ergonómicas. Para está prática não há limite de idade nem de peso e em muito raras ocasiões está desaconselhado. Desengane-se se acha que esta é uma técnica recente, não é. O Babywearing é uma técnica usada há mais de dois séculos para transportar o bebé, que foi entrando em desuso com a industrialização, começando a ser cada vez mais usual a cadeirinha. Nos últimos anos, esta técnica tem ganho novos adeptos e foram surgindo vários artigos/produtos como slings, panos, marsúpios, entre outros, para os pais praticarem o Babywearing. Basta pensarmos nas culturas africanas ou asiáticas para rapidamente constatarmos que os bebés andam colados às mães praticamente desde que nascem. E não é por acaso que isto acontece: um dos motivos é para as mães estarem com as mãos livres para continuarem a trabalhar e o outro é para o terem sempre junto a si.

Vários pediatras e investigadores na área infantil descrevem os benefícios de criar um ambiente parecido ao que o bebé tinha no útero materno nos primeiros tempos de vida. Ao longo da gravidez, o bebé encontra-se num ambiente aconchegado em posição fetal, aninhado em si próprio,  e inevitavelmente sempre que a mãe se desloca de um lado para o outro ele anda ao colo. É uma forma de criação mais natural e também uma das melhores formas de criar um vínculo entre os pais e o bebé. Os bebés têm uma necessidade inata de ser abraçados, protegidos e de estar em contacto físico com os adultos (de preferência com a mãe nos primeiros meses). Desta forma, sentem-se protegidos e ficam mais tranquilos.

Tentar simular o que o bebé sentia ao longo da gravidez, transportando o bebé junto à mãe no colo, é a solução. Mas nem sempre estamos preparadas para carregar um bebé durante tanto tempo na mesma posição, especialmente quando ele começa a ganhar peso. Assim, o transporte ao colo é, muitas vezes, substituído pelo carrinho (uma troca que, em termos emocionais, prejudica a relação). É sabido, que bebés, que andam mais tempo ao colo, são bebés mais tranquilos, menos agitados e que choram menos. Em algumas culturas indígenas onde transportar o bebé ao colo (Babywearing) é comum, os bebés choram normalmente alguns minutos por dia. Ao contrário dos bebés ocidentais que chegam a chorar horas por dia. Chorar em demasia pode prejudicar o desenvolvimento mental do bebé, devido à quantidade de hormonas de stress que inunda o cérebro do bebé. Assim os bebés que não choram tanto, vão gastar as suas energias em actividades mais importantes como comer, observar, brincar e até crescer.

Leia sobre: Qual a forma mais tranquila de parar de amamentar?

Saiba ainda: Porque o meu bebé chora tanto à noite?

Comentários