Ana Rita Clara fala sobre a experiência da maternidade

O estado de graça que a apresentadora de televisão viveu durante a gravidez continua. Uma entrevista intimista que pretende servir de inspiração a outras mulheres.

Aos 37 anos e a poucas semanas de ser mãe pela primeira vez, Ana Rita Clara partilhou com a revista Prevenir os cuidados que tem tido ao longo da gravidez, para se manter saudável e em forma. Tal como na altura, também no seu blogue continua a assumir a serenidade com que está a viver a melhor fase da sua vida. «É tão bom sentir que ficas em paz neste quarto lindo que preparei e que te sentiste no teu mundo, logo no primeiro instante», escreveu.

Além dos cuidados que teve durante o período da gravidez para proteger a criança, a apresentadora de televisão assumiu também publicamente que faz questão de amamentar o filho. «Porque acredito que é o melhor para ti, porque que te dá as melhores defesas e as melhores armas para encarares a vida», justifica. Veja também a galeria de imagens da última produção fotográfica de Ana Rita Clara antes do nascimento de Caetano.

Nos últimos anos, a Ana Rita Clara tem sido uma fervorosa adepta do ginásio. O que a fez despertar para a prática de exercício?

Sempre tive a cultura do desporto presente na minha vida mas, há seis anos, comecei a trabalhar o corpo de outra maneira. Mais centrada em ter uma tonificação muscular e uma maior resistência física, quis levar o exercício mais a sério. Comecei a treinar cada vez mais intensamente, primeiro, duas vezes por semana e, depois, fui aumentando, gradualmente, até ficar com um vício saudável, que me acompanha até hoje e que tem moldado o meu corpo, mas sobretudo a minha forma de estar na vida.

Antes de engravidar, de forma a preparar o corpo para a gravidez, mudou alguma coisa no seu estilo de vida?

Antes de engravidar, tive uma situação muito curiosa que foi o facto de estar a preparar-me para uma sessão fotográfica para a capa de uma revista e, portanto, com esse desafio presente, estava focada num treino mais intenso.

Por isso, quando descobri que estava grávida, estava em muito boa forma física. Acredito que, quanto melhor estivermos antes de engravidar, maior a probabilidade de ter uma gravidez fisicamente mais consciente e, sobretudo, mais delicada, que não exija transformações físicas muito agressivas.

Que adaptações fez na sua rotina de treino para manter a boa forma durante a gravidez?

Há várias formas de nos mantermos saudáveis e em forma sem estarmos a correr a maratona. Primeiro, falei com a minha médica para perceber se estava tudo bem e se podia continuar a fazer exercício físico. Depois, preparei com o meu personal trainer as alterações necessárias. Dividimos o treino por três trimestres. No primeiro trimestre, é necessária muita delicadeza porque é nessa altura que o embrião se está a acomodar. Exercícios com muito impacto como o boxe ou a corrida, a princípio foram excluídos do meu treino.

No passado, pratiquei natação de competição e agora voltei para a piscina. Nadar é uma ótima forma de exercitar as pernas e os glúteos e de, ao mesmo tempo, nos sentirmos mais leves. Também faço pilates e ioga. Há uma altura na gravidez em que não nos sentimos confortáveis sentadas de nenhuma maneira.

Um dos hábitos que adquiri foi sentar-me na bola de pilates, por exemplo, para ver um filme. É ótimo para a coluna e também uma boa altura para fazer os exercícios do períneo que aprendi nas aulas de preparação para o parto do Centro do Bebé e para prevenir a incontinência.

Deixou de fazer algum tipo de exercício?

Sim, deixei logo de fazer os abdominais convencionais. Substituí-os pelas pranchas. A partir do segundo trimestre, voltei ao boxe, que é uma modalidade que parece violenta, mas que é ótima para dar energia, tonificar os braços e as pernas e trabalhar os músculos laterais na zona abdominal, os oblíquos e o transverso. Assim, o bebé vai ocupando o seu espaço, mas os músculos laterais mantêm-se fortes e resistentes para esta maratona física que é a transformação do corpo da mulher em nove meses.

Veja na página seguinte: Os cuidados especiais que Ana Rita Clara teve durante a gravidez

Comentários