Desequilíbrios intestinais em viagem

O que deve fazer para os prevenir

As férias são, muitas vezes, sinónimo de viagens e estas são, por vezes, sinónimo de problemas intestinais.

As alterações do trânsito intestinal podem ser desencadeadas pela simples alteração da dieta ou pelo contacto com micro-organismos a que não estamos habitualmente expostos.

O facto é que podem estragar as merecidas e, sempre muito esperadas, férias.

A má higiene, os alimentos ou a água contaminados, a mudança geral de clima, o stresse, os doces e as gorduras em quantidades exageradas ou até mesmo uma dieta pobre em fibras são fatores que agridem a flora intestinal e provocam preguiça intestinal, gases ou diarreia. Além de ter cuidado com o que bebe e com o que ingere, deve procurar reforçar o consumo de alimentos ricos em fibras durante este período e não descurar a sua higiene, lavando regularmente as mãos.

Outra das soluções preventivas deve passar pela toma de suplementos alimentares ricos em probióticos, bactérias vivas que resistem ao processo de digestão, com efeito funcional e atuação benéfica no organismo, que podem ajudar o intestino a atingir o seu ponto de equilíbrio. Estes produzem substâncias que impedem o desenvolvimento de bactérias patogénicas e inibem a adesão destas ao intestino.

Um suplemento de probióticos com vitaminas do complexo B ajuda a reequilibrar a flora intestinal e a restabelecer o bom funcionamento do trato gastrointestinal. Os probióticos, microrganismos que resistem ao processo de digestão chegando intactos ao intestino, ajudam a combater os micro-organismos patogénicos neste órgão. São, por isso, essenciais para evitar problemas intestinais em viagens e, principalmente, nas férias.

Comentários