10 ciclovias e pistas para percorrer de bicicleta ou a correr

E se aliasse o turismo à prática desportiva? Sugestões de norte a sul, em áreas mais rurais e em espaços mais urbanos, para (re)descobrir a solo ou em família.

Andar de bicicleta, fazer jogging ou aproveitar para caminhadas são uma verdadeira tendência nos dias que correm e não apenas nas zonas mais urbanas do país. Como tal, há cada vez mais locais, quer em áreas rurais quer nos centros urbanos, preparados para receber os novos atletas sem que se tenham de preocupar com os veículos motorizados e com os obstáculos que dificultam os trajetos.

Indicamos-lhe, por isso, 10 ciclovias ou pistas que a vão ajudar a manter a forma, ser mais amiga do ambiente e conhecer um pouco mais do seu país. Calce as sapatilhas e, a correr, a caminhar ou de bicicleta, parta à aventura, (re)descobrindo paisagens de um país rico em vegetação e em cenários de deslumbramento e evasão. Estas são as 10 que lhe recomendamos:

1. Ecovia do Rio Lima

É constituída por cinco percursos distintos, nomeadamente Açudes (entre Ponte de Lima e Ponte da Barca), Lagoas (de Ponte de Lima à Ribeira da Silvareira e ao Fontão), Refóios do Lima (entre Ponte de Lima e o Cais da Garrida), Veigas (entre Deão e Ponte de Lima) e Laranja (entre Ermelo e a Albufeira de Touvedo).

Aprecie a paisagem porque vai passar por rios, praias fluviais, aldeias e parques de merendas. As distâncias são de 15, 9, 5, 13 e 4 quilómetros, respetivamente. Estes percursos são especialmente recomendados para quem se está iniciar na corrida ou na bicicleta já que é um percurso quase sempre plano ou com declives pouco acentuados.

2. Ciclovias do Porto

A eterna cidade invicta tem várias ciclovias que passam pela zona ribeirinha e marítima do Porto, mas também pelo Parque da Cidade, pela Avenida da Boavista e até pelo viaduto da Prelada. Pode escolher a paisagem que mais lhe agradar para fazer os seus passeios ou corridas, numa extensão de 21,7 quilómetros. Esta ciclovia é ideal para os ciclistas e corredores urbanos, bem como todos os que usam a bicicleta diariamente nas suas deslocações.

3. Ciclovia de Guimarães-Fafe

Uma antiga linha férrea, transformada em pista de cicloturismo, liga Guimarães a Fafe por um percurso sobretudo rural e quase sempre plano, com uma distância de 15 quilómetros. É especialmente aconselhada para passeios em família por ser uma ciclovia de dificuldade técnica e física baixa.

4. Ciclovia de Mira

Estende-se por três percursos (Gandaresa, Lagoas e Moinhos) entre lagoas, ribeiras, caniçais, palhais e floresta. O piso é maioritariamente de asfalto, mas é interrompido por pontes de madeira e passadiços em estacaria, que dão outro encanto a esta ciclovia. Com uma distância de 25 quilómetros, é ideal para quem quer desfrutar de uma paisagem única de dunas e pinhais.

5. Ciclovias de Coimbra

Existem duas ciclovias na cidade dos estudantes. Uma no Parque Verde do Mondego, que se divide pelas duas margens do rio, unidas pela Ponte Pedro e Inês. A outra inserida no Parque linear Vale das Flores, numa zona mais residencial de Coimbra. Com uma extensão de 5 quilómetros, é especialmente adequada para quem se está iniciar no jogging ou na bicicleta por serem quase sempre planas.

Veja na página seguinte: Os melhores sítios da capital para pedalar

Comentários