Ouriços cacheiros nos jardins

Alguns concelhos para evitar que a sua visita estrague as suas plantas

Apesar do seu número ter vindo a diminuir nos últimos anos, já quase todos vimos um ouriço verdadeiro (Erinaceus
europaeus
) a vaguear nos jardins, nas florestas e até mesmo
nos pomares e nas hortas.

Trata-se de um animal
solitário que pesa entre 800 a 1100 g e tem o corpo
coberto de espinhos, excepto no focinho e nas patas.

Gosta de se alimentar de manhã e à noite e trata-se
de um amigo do agricultor (auxiliar), pois alimenta-se
de caracóis, lesmas, sanguessugas, insectos (muitos
escaravelhos), arganazes e ratos. No entanto, pode
optar por alguns animais benéficos como as rãs,
centopeias, ovos de aves, lagartixas.

Este animal gosta também
muito de frutos silvestres e alguns vegetais tenros. Prefere, contudo, refugiar-se em locais recônditos, como arbustos,
folhas secas, pedras, ramos e troncos abandonados.
No Inverno, o ouriço esconde-se em tocas e
geralmente entra em hibernação, voltando a surgir apenas na Primavera.

Texto: Pedro Rau (engenheiro hortofrutícola)

artigo do parceiro:

Comentários