Interior quentinho... e florido!

Alivie o stresse natalício cuidando das suas plantas de interior

Dezembro é não é só compras e preparativos de Natal. Descubra o que tem de fazer este mês:

- Adube só as de flores que não passem sede

As plantas de folhagem decorativa devem ser deixadas entrar em semi-letargia, suspendendo o adubo e reduzindo a rega, para não as prejudicar.

As que continuam a dar flores, por seu lado, necessitam de reservas extra de água e nutrientes. Continue, por isso, a adubar e não deixe que passem sede, para que possam continuar a florir.

- Proteja as raízes

Tem alguma planta apoiada numa sapata fria? Este frio transmite-se ao substrato, o que tem efeitos fatais para as raízes, sobretudo se regar muito. Evite esta situação colocando um cartão por baixo do vaso.

- Proteja a parte aérea

As plantas de terraço ou de parapeito devem ser dotadas de proteções. Tape-as com película de plástico de bolhas ou uma simples serapilheira. Areje de vez em quando, ao meio-dia, para não formar condensação de água.

- Refresque o ambiente

Pulverize pelo menos de dois em dois dias as plantas mas não o faça diretamente sobre a folhagem delicada ou pilosa. Nestes casos, borrife por cima do vaso.

- Aproveite o estragado

Tem plantas estragadas? Depois de podar as partes estragadas, leve-as para junto de outras plantas, novas ou também estragadas.

- Dê-lhes boa luz mas sem tocar no vidro

Nesta altura, de quanto mais luz desfrutarem as plantas, melhor, dada a escassez de iluminação natural. Mas cuidado ao colocá-las junto da janela.

É que os vidros alcançam temperaturas muito baixas comparadas com as do interior da casa. Por isso, se ficarem muito juntas aos vidros, estes podem atuar como gelo, queimando as zonas que estiverem junto a estes.

O que fazer às plantas consoante as suas localizações

- No interior quente

Retire a luz e o calor às bolbosas forçadas ao fresco e à obscuridade. Controle ácaros e cochonilhas e coloque estacas de gerânio no parapeito da janela para que recebam boa luz.

- No interior fresco

Regue a azálea e o ciclamen diariamente por imersão. Desbaste as plantas de folhas pequenas para não ficarem despovoadas na base.

- No terraço

Espalhe palha e forre os vasos das plantas friorentas como gerânios e buganvílias. Não suspenda a rega por completo. Plante narcisos e tulipas, comprados em vaso.

- No pátio

Substitua por composto ligeiro a primeira capa gasta dos vasos. Suspenda o adubo das espécies que agora não dão flores. Concentre as plantas num local protegido. Assim, suportam melhor o rigor do inverno.

artigo do parceiro:

Comentários