30 de Maio a 5 de Junho de 2016

O Papa

“Uns governam o mundo, outros são o mundo.” Fernando Pessoa

Vivemos encarcerados no mundo do “politicamente correcto”, tentando ser felizes com os valores que a sociedade instituiu como íntegros e felizes. Queremos ter uma boa aparência não apenas para nos sentirmos bem mas por que isso reflecte, para o exterior, tudo o que já alcançamos e possuímos… em resumo achamos que as coisas materiais reflectem se somos ou não vencedores. Mas a quantos de nós já não nos aconteceu, conhecer alguém com um “embrulho” fascinante mas que depois, por dentro, deixava muito a desejar. O Papa vem dizer-lhe que talvez esteja na hora de se insurgir contra todas aquelas regras que o/a poderão estar a impedir de se mostrar verdadeiramente e de ser feliz! Se lhe apetece dançar de uma forma esquisita, dance! Se discorda de algumas questões e resoluções apresentadas (tanto no trabalho como na vida pessoal), diga-o em voz alta (mas não aos gritos!!)! Quebre os grilhões sociais que o prendem e que não o deixam viver segundo a sua essência.

Tem todo o direito e se insurgir contra regras ou ideias que achas incorrectas, mas não se esqueça que a agressividade nunca foi a melhor arma a usar, pois ela só gerará intolerância e ainda mais agressividade. Aliás é assim que, automaticamente, perdemos a razão! Porque não usar o seu lado mais charmoso e diplomático?

30 de Maio de 2016

7 de Espadas

O 7 de Espadas pede-lhe que pense muito bem antes de reagir a alguma provocação ou conflito. Sentimo-nos muitas vezes desgastados/as com as lutas constantes e sem vermos resultados. Mas lembre-se que não é com esquemas, actuações e acções pouco claras e inconsequentes que vamos conseguir atingir o que desejamos e se conseguirmos, poderá ser efémero. O verdadeiro sucesso é alcançado através da perseverança e de um trabalho árduo e contínuo! Um “atalho” pode parecer uma saída fácil, mas também o poderá levar de volta ao “ponto de partida”.

1 a 31 de Maio de 2016

Cavaleiro de Ouros

Avançar numa relação pode ser assustador, porém, todas as relações, a dada altura, têm de ser definidas, verdade? Não que dizer que se tornem sérias no sentido de perder a espontaneidade, mas sim, decidir o que se quer, verdadeiramente. Este mês traz-lhe este desafio: O que quer? Tem a certeza? Então, invista a sério. Não quer? Liberte. Ah, e não deixe que o medo da solidão interfira nas suas decisões, sim?

2016

Os Enamorados

Amar ou não amar, eis o mote deste ano.
Amar quem, o quê, como, até que ponto? Quando estas dúvidas o/a assombrarem, coloque as mãos sobre o seu coração e escute-o. Ele, por norma, fala baixinho e amorosamente, ao contrário da irrequieta mente. Faça silêncio e converse com ele.

Amar sempre, sim, mas talvez haja que aprender a fazê-lo de forma mais madura, mais justa para nós e para os amados. Qualquer relação requer entrega de ambas as partas. Ambos têm de se dar, de nutrir e têm também que saber receber na mesma medida.

Sendo, Os Enamorados, o Arcano da emancipação, quer ele dizer aos filhos de Júpiter que terão de se libertar daquilo que os tem aprisiona. Está a ver o grito do Ipiranga? É isso! O que é que o/a torna inferior ao que é a sua essência? O que lhe tira o brilho? Após fazer este exame de consciência, é tempo de avançar para… Si. É tempo de se encontrar consigo, com a sua alma, com as suas verdades, sonhos, ambições e missão. É tão importante discernir esta última: Qual é a minha missão? O que me trouxe à Terra? Também podemos investigar o que já aprendemos e melhorámos em nós. Afinal, aperfeiçoarmo-nos é o nosso principal objectivo de vida, verdade?

Também, este ano, as escolhas serão colocadas em cima da mesa, serão até fundamentais. Estas podem acontecer a vários níveis de vida. Seja na área profissional ou pessoal, escolha com o coração; sinta qual dos caminhos lhe daria mais prazer, mais conforto, é esse o Caminho.

Saiba qual é o seu signo ascendente

por Paulo Cardoso

Conheça o signo que está posicionado na linha do horizonte no momento do seu nascimento e que influencia a sua individualidade.

Compatibilidade amorosa

por Paulo Cardoso

É compatível com o seu parceiro? Descubra já!