28 de Setembro de 2016

7 de Paus

Lembra-se do sucesso que falava a carta de ontem? Esta carta hoje traz as eventuais consequências desse sucesso. A imagem é a de uma pessoa rodeada por outras seis armadas que a atacam. Esta é uma carta muito poderosa porque nos diz para tomar consciência dessa situação possa trazer, mas para lutar contra os atacantes de qualquer forma.
Alguém que o rodeia pode querer tomar conta dos seus projectos profissionais e tirar-lhe o seu sucesso…

26 de Setembro a 2 de Outubro de 2016

Ás de Paus

Grandes realizações não são feitas por impulso, mas por uma soma de pequenas realizações. (Vincent Van Gogh)

O signo de Carneiro com esta potente carta – de impulsos – pode vir a transformar esta semana numa semana algo agitada. Como diz Van Gogh, nem sempre os impulsos são construtivos, pelo menos não os impulsos cegos, aqueles imponderados e todos aqueles que nos fazem pensar, depois, se terão valido a pena e se o custo não terá sido grande demais. Isto é-lhe familiar, não é? Se é tipicamente Carneiro é.

O Ás de Paus é energia pura, é força, é Fogo, elementos fantásticos que nos fazem muita falta, mas que devem ser controlados, ou tornam-se destrutivos. É preciso querer avançar sim, é preciso querer mais, como diz este Arcano, mas à vontade devemos juntar a inteligência e a serenidade. Como diz o povo a pressa é uma grande inimiga da perfeição, e é mesmo. A pressa é a nossa conhecida ansiedade, a ansiedade é a nossa grande adversária. É ela que nos atrapalha os planos, é ela que nos provoca doenças, é ela que nos tolda a inteligência.

Portanto, já viu que o conselho desta semana tem a ver com a sua pressa habitual. Faça planos sim, queira avançar sim, mas step by step e com muita inteligência.

2016

O Dependurado

O ano novo dos Carneirinhos tende a ser de mudanças principalmente internas. Assim que conseguir mudar algumas das suas crenças limitadoras (e bloqueadoras), a sua vida muda… para melhor.
Procure os seus processos de auto-sabotagem que podem ter origem na infância ou mais tarde. Vasculhe as suas memórias: Quando começou a autocrítica feroz? A insegurança? E o pessimismo/descrença? Onde escondeu a sua alegria? Ela está aí latente, como a vai despertar?
Durante este novo ciclo de 12 meses, não espere vitórias caídas do céu; as vitórias têm mesmo que ser conquistadas por si. Toda a sua hierarquia angelical ajudará, com certeza, mas o primeiro passo tem de ser dado por si. O impulso é seu. Para onde quer que a sua vida se dirija, para a luz ou para o ‘mais-do-mesmo’?

O Dependurado vem também ensinar, aos filhos de Marte, que há uma enorme diferença entre impotência e apatia. Há que aprender a distinguir as situações que não podemos alterar e por isso, devemos com inteligência e paciência contorná-las, suavizá-las; e há as circunstâncias que podemos e devemos mudar, tornando-as positivas com confiança e determinação. A fé no meio disto tudo é essencial; fé em algo superior e fé em nós! Muita fé em nós e nos nossos talentos e aptidões.
‘A cada instante há que sacrificar o que somos ao que podemos vir a ser.’ (Charles du Bos)

Saiba qual é o seu signo ascendente

por Paulo Cardoso

Conheça o signo que está posicionado na linha do horizonte no momento do seu nascimento e que influencia a sua individualidade.

Compatibilidade amorosa

por Paulo Cardoso

É compatível com o seu parceiro? Descubra já!