23 a 29 de Março de 2015

Rainha de Copas

Uma grande quantidade de talento é desperdiçada pela falta de coragem. Cada dia envia para seus túmulos homens obscuros, cuja timidez os impediu de fazer uma primeira tentativa. (Sydney Smith)

Os seus dons artísticas vão despontar – deve ser da PrimaVera - e estar em destaque. Será que um artista está a nascer em si… e porque não? Não há melhor maneira de se expressar, mas de facto... talento só não chega. É preciso trabalha-lo, desenvolvê-lo, é preciso aperfeiçoar a sua arte, porque talento, de alguma forma, todos temos, mas não são muitos os que conseguem mostrá-lo, daí que a coragem seja essencial para que o génio se desenvolva.

Em termos mais práticos, a Rainha de Copas, a mais intuitiva e doce das rainhas, pede que dê mais importância às suas emoções, que seja mais comunicativo/a, mas essa comunicação deve ser diferente da que tem usado até agora. Expresse os seus sentimentos sem receios, porque sabe, quem não deve não teme, verdade? Que tal abraçar, hoje, forte e longamente aqueles que mais ama? Sim!

2015

A Papisa

Geral - A Papisa, ou a Grande Sacerdotisa, traz este ano paz. Ora, como sabemos, a paz é algo interior e não exterior, o que quer dizer que o ano de 2105 será exigente em termos de trabalho interno de busca desta paz. O reboliço em que a nossa vida costuma a andar, tende a terminar… se fizer a sua parte.
A Papisa é avessa à confusão, gritaria, maus ambientes, etc., logo, o silêncio será um bom aliado nesta conquista. Jamais conseguiremos alcançar o bem-estar se os nossos pensamentos não estiverem em harmonia. A guerra entre a mente e o coração terá de cessar. A consciência só se consegue fazer ouvir quando o silêncio impera. Tudo isto não é sinónimo de solidão; podemos estar em silêncio no seio da nossa família. A paz que a Papisa provoca destina-se a ouvir-se, a ouvir a sua alma, o seu mestre interior. Se a conseguir escutar, há promessas de alcançar este bem-estar.

Amor - No Amor, a linda e sábia Papisa, quer tudo! Quer a relação completa e plena com que sempre sonhou e sabe, no seu imaginarium, ser possível viver. O perigo reside no facto de se idealizar um amor, uma relação e um parceiro e este, ao surgir, não corresponder milimetricamente ao sonhado. A desilusão sentida ao nos confrontarmos com características e vicissitudes não esperadas é perigosíssima.
Amar implica aceitar a pessoa tal como ela é, sem querer moldar/melhorar/mudar porque isso já não é amar. Amar implica aceitação incondicional. Está pronto/a para amar desta maneira? Se sente que sim, é porque o seu processo de maturação está muito avançado! Se sim, A Papisa poderá trazer um Amor sério, um companheiro para a vida. Prepare-se.

Trabalho - A Papisa precisa de gente para que possa partilhar todo o Amor que sente. Fecha-la num espaço confinado é tirar-lhe o que de melhor ela tem: a capacidade de dar incondicionalmente. Se trabalha no meio de pessoas é porque precisa de aprender a dar e receber. Lidar com vários temperamentos é um desafio que A Papisa aceita de bom agrado. Aceite também.
Por outro lado, a Grande Sacerdotisa é pouco dinâmica; ora, para que algo mude é preciso contrariar esta influencia. Quer mudar? Até que ponto quer essas mudanças? O que está disposto a sacrificar por tais mudanças?
A tendência é para não haver grandes alterações neste campo, contudo, A Papisa após escutar a sua intuição e sentir que deve, de facto, mudar, ela, sem pressões, confusões ou ruído, e sem se dar conta… puf, mudou. Assim é o poder feminino; transforma sem alarido.

Saúde - Também neste sector, a intuição será a sua potente aliada. Pelo facto d’A Papisa ser silenciosa torna-a um pouquinho perigosa. Não sendo um Arcano que fala em doenças, a verdade é que ela pode esconder alguns sintomas por trás da sua passividade. Portanto, nada de negligencias neste assunto! Qualquer sintoma é para ser visto e analisado por quem sabe. combinado?

Saiba qual é o seu signo ascendente

por Paulo Cardoso

Conheça o signo que está posicionado na linha do horizonte no momento do seu nascimento e que influencia a sua individualidade.

Compatibilidade amorosa

por Paulo Cardoso

É compatível com o seu parceiro? Descubra já!