Vera Xavier trabalha com o Tarot desde 2002. Terapeuta de Desenvolvimento Pessoal, Coaching, Reiki, Cura Quântica. Ministra cursos de Tarot, Meditação e Reiki Magnificado. Consultas online em www.tarotdeisis.com ou presencial em Lisboa, Porto, Coimbra, Leiria e Funchal

21 de Novembro de 2014

O Mago

“A força-motriz de toda perfeição, tanto para o indivíduo como para nações inteiras, não é a compreensão do que existe neste mundo, mas a compreensão do que pode ser realizado.” (Tolstoi) E há regras que devem ser quebradas.

17 a 23 de Novembro de 2014

4 de Ouros

A ciência poderá ter encontrado a cura para a maioria dos males, mas não achou ainda remédio para o pior de todos: a apatia dos seres humanos. (Hellen Keller)

Vamos por partes…vamos começar por algumas palavras ou expressões-chave desta carta: recusa em mudar ou ceder; resistir à mudança; Possessividade; mania do controlo; estagnação. Como vê estas não são palavras minhas, isto é só para ver que eu não tenho culpa que saiam tantas cartas a falar sobre o mesmo. É o chamado “mais do mesmo”. Os deuses estão a mandar-lhe várias vezes a mesma mensagem que pode ser algo do género: ‘Bora lá mudar um pouquinho, querido Balancinha? Vamos trabalhar em nós próprios? Vamos conhecer-nos a fundo e progredir? Vamos deixar para trás aquilo que não interessa e que está a travar a nossa escalada? Vamos deixar de usar desculpas esfarrapadas para não fazer o que há a fazer? Boa ideia. Sabe, a única pessoa que perde com uma possível estagnação é você mesmo, está ciente disso, não está? Os seus adversários irão sorrir ao perceberem a sua desistência e os outros… bom, os outros estão demasiado atarefados com a sua própria labuta. Como vê, o melhor é tomar conta de si. Mime-se, ama-se e respeite, sabe porquê, porque é a pessoa mais importante do seu mundo!

Se quer que a sua vida seja mais animada, mais preenchida, tem que dar o primeiro passo. O Tarot diz que há muita coisa para ser vivida desde que o permita.<br><br>