Grandes Astrólogos

Muitos dos grandes Astrólogos da Antiguidade ou são desconhecidos, ou são apenas conhecidos por outros feitos da sua vida.

RAMSÉS II

Ramsés II, Faraó do Egipto, viveu entre 1300 e 1236 a. C. e reinou durante 67 anos. Homem de grande valor, dedicado à ciência astrológica e fundador da maior e mais famosa das primitivas bibliotecas do Egipto, na sua nova capital Pi-Ramsés. Foi Ramsés II quem fixou os signos astrológicos cardinais: Carneiro, Balança, Caranguejo e Capricórnio. Durante o seu reinado e seguindo as suas instruções, foi construído o magnífico templo de Abu Simbel, escavado na rocha, segundo princípios astrológicos. A grande sala do templo de Amón em Karnak, também mandado edificar por Ramsés II, sabe-se agora que foi construída de acordo com os pontos fixos da esfera celeste. O reinado de Ramsés II deu ao Egipto prosperidade económica e construções magníficas durante quase 50 anos, depois da sua vitória sobre os hititas.

ASSURBANIPAL

Assurbanipal, Rei da Assíria, desde o ano 668 a. C. até 625. Combinando inteligência política e força militar, o seu poder foi tão grande que, pelo menos, dois reis (Cilicia e Tabal), se sentiram honrados por oferecer-lhe as suas filhas para o seu harém. A sua importância para a Astrologia deve-se ao seu grande interesse por esta disciplina, pela mitologia, pela história e pelas ciências naturais e, ao facto de ter fundado uma grande biblioteca em Nínive, formada por pequenas tábuas cuneiformes.

Os principais astrólogos de Assurbanipal, que gozavam de grande prestígio social, utilizaram a biblioteca para aperfeiçoar a sua arte e, alguns como Rammanu-sumausar, Nabu-musisi e Marduk-sakin-sumi, faziam as suas previsões a partir do movimento diário dos planetas e, criou-se um sistema de informações, através do qual, o rei recebia periodicamente através de mensageiros e desde todos os lugares do reino, a informação sobre tudo o que sucedia no céu e na terra e também o resultado da interpretação que sobre isso faziam os seus astrólogos. Estas informações eram utilizadas como armas políticas e para governar o seu reino. Após a sua morte, Nínive caiu em poder dos medos e dos caldeus (em 612 a. C.) e a biblioteca com cerca de 25.000 pequenas tábuas, foi destruída e dispersa.

PTOLOMEU

Claudio Ptolomeu do qual se sabe muito pouco acerca da sua vida, foi o mais importante astrólogo, astrónomo e geógrafo do mundo antigo (viveu entre os anos 120 e 180 ). Dedicou-se à observação do firmamento em Alexandria, durante os reinados de Adriano e Antonino Pio. Durante séculos foi considerado o Autor do primeiro livro de astrologia com base científica, o “Tetrabiblos”. Estudos mais recentes, dizem que este livro está baseado em documentação astrológica anterior, como babilónica, egípcia e grega. Mesmo que assim fosse, as observações realizadas e descritas por Ptolomeu na sua obra, descrevem-nos um mundo esférico no centro do Universo, rodeado pelos corpos celestes; as dimensões são frequentemente bastante exactas; cataloga mais de 1000 estrelas diferentes, 300 delas pela primeira vez. O contributo de Ptolomeu para o conhecimento e desenvolvimento da Astrologia e da Astronomia, foi fundamental.

Veja a continuação do artigo na próxima página

O que procura?

Comentários