Setembro Astrológico

O mês de Setembro apresenta uma grande presença de planetas em Ar. O Ar traz-nos as qualidades de inter-relacionar, comunicar, objectivar, racionalizar, colocar tudo em relação para que possamos compreender e trazer compreensão.

Durante o mês de Setembro, ainda se mantém a quadratura entre Saturno em Sagitário e Neptuno em Peixes (afectando essencialmente os que possuem planetas e ângulos do mapa entre os graus 8 e 13 dos signos mutáveis). Durante a sua passagem pelo signo de Virgem, é o Sol quem vai activar esta tensão durante os primeiros 5 dias do mês, com a particularidade de formar um eclipse Solar no dia 1 de Setembro a 9º. Este eclipse, faz quadratura com Saturno em Sagitário e oposição a Neptuno em Peixes, o que o torna especialmente importante. Força-nos a rever ainda mais todos os padrões que atrasam o desenvolvimento da nossa Consciência. Implica sempre perda, destruição, libertação de velhos hábitos e, principalmente, da imagem que tínhamos da Vida e de nós mesmos. Mas pelos aspectos tensos a Saturno e a Neptuno, a expressão deste eclipse transporta consigo uma elevada carga que poderá ter expressões muito profundas a um nível pessoal e colectivo. As ilusões e medos fanáticos terão como que, ser canalizados através deste ponto, a 9º de Virgem para que a “imagem que tínhamos da Vida e de nós mesmos” se eclipse e possamos organizar a vida a partir de outro ponto. Mas por ser uma tensão, antes que isso seja possível, muito do que considerávamos ser ordem na nossa vida terá que sofrer uma desordem. Isto ajuda-nos a trazer focus para as coisas mais pequenas da vida, para as questões mais simples e práticas. Eclipsam-se esquemas mentais para que a mente se liberte das imagens que ilusoriamente criou sobre o que seria um mundo “perfeito”.

O que procura?

Comentários