Aparência física pode influenciar o sucesso profissional

Estudo revela que os mais bonitos são mais bem pagos e em Portugal aumentam as consultas de cirurgia estética

As pessoas bonitas são mais bem sucedidas profissionalmente, chegando a ganhar, em média, ordenados 12% mais elevados do que pessoas “menos” bonitas. A conclusão é de uma investigação internacional, publicada no Journal of Economic Psychology, que procurou analisar a relação entre beleza e sucesso profissional.

Os resultados demonstraram, ainda, que 39% das pessoas atraentes (homens e mulheres) eram consideradas/tidas como mais cooperadoras e tratadas de forma mais positiva, enquanto isso só se aplicava a 6% das pessoas consideradas não-atraentes.

“Em Portugal, apesar e por causa da crise, temos vindo a registar um aumento na procura de cirurgias estéticas. Actualmente, recebemos cerca de 15 a 20 pacientes, por semana. A aparência física tem vindo a conquistar um lugar de cada vez maior destaque na nossa sociedade, quer no contexto profissional quer social. É importante que as pessoas se sintam bem com elas próprias e a cirurgia estética pode ser um dos instrumentos, aliado a outros, para alcançar esse objectivo” explica o Professor José Amarante, cirurgião plástico do Hospital Privado da Boa Nova que está integrado no Grupo Trofa Saúde e que recebe 15 a 20 pacientes, por semana, em consultas de cirurgia plástica.

18 de Janeiro de 2011

artigo do parceiro: Nilza Rodrigues

Comentários