Porque é que devo contratar um consultor para as minhas finanças pessoais?

Contratar um consultor financeiro não é um ato exclusivo de grandes empresas ou de pessoas com muito dinheiro.

De forma pontual ou continuada, o acompanhamento de um consultor pode ser fundamental para as suas finanças pessoais, ajudando-o a adequar as suas despesas e rendimentos de acordo com os seus objetivos e com o momento da sua vida. Trata-se de um profissional cuja visão estratégica vai permitir avaliar e organizar as finanças pessoais dos seus clientes.

“Mas quando devo procurar um consultor financeiro?”

1- Se está a pensar fazer algum investimento de maior risco, como comprar casa ou carro.

2- Se acha que poderia rentabilizar melhor os seus rendimentos, mas não sabe como.

3- Se está com dificuldades em controlar as suas finanças pessoais.

O que fica a ganhar com a contratação de um consultor para as suas finanças pessoais?

  • Planeamento das finanças pessoais

Conheça todas as suas despesas e saiba para onde está ir cada cêntimo dos seus rendimentos. Desta forma vai poder planear e definir objetivos a alcançar a médio e a longo prazo. A aplicação Boonzi pode ser uma grande ajuda, dando-lhe gráficos detalhados das suas despesas e dos seus rendimentos. Assim sabe sempre para onde está a ir o seu dinheiro.
  • Gestão dos investimentos

Comprar uma casa, um carro ou abrir um negócio próprio são exemplos de alguns investimentos que podem requerer a orientação de um consultor de finanças pessoais. O Consultor não só alertará para os riscos, como estará atento ao impacto que estes vão ter nas suas finanças e à carga fiscal que estes investimentos vão implicar.
  • Planeamento da reforma

O Consultor de Finanças também o pode ajudar a alcançar a sua independência financeira e planear a sua reforma. Se pretende deixar de trabalhar em determinada idade, a avaliação de um consultor vai ajudá-lo a programar os passos que deve dar para alcançar a sua independência financeira e deixar que os seus investimentos ou a sua poupança trabalhem por sim.
  • Gestão dos riscos

O papel do Consultor pessoais passa por alertá-lo para todos os riscos relacionados com as suas finanças, desde os investimentos inadequados aos seus hábitos excessivos.
  • Planeamento tributário

O profissional que acompanhar as suas finanças tem também o dever de o alertar para todos os impostos a que vai estar sujeito, seja na situação de organização das suas finanças ou no planeamento de algum investimento.
  • Motivação extra

Ter um Consultor de Finanças Pessoais que o aconselha e acompanha na organização e planeamento das suas finanças pode funcionar também com uma motivação extra para alcançar os seus objetivos. Este vai certamente contribuir para que tenha uma nova visão sobre as suas contas e para que renove o seu compromisso para com a sua carteira.

Recorrer aos serviços de um consultor de finanças pessoais não é só para “gente rica”, muito pelo contrário. O aconselhamento de um profissional pode ser fundamental para esclarecer aquelas pequenas questões relativas a créditos ou mesmo alertar para determinadas despesas que, por vezes, passam despercebidas no nosso dia-a-dia.

artigo do parceiro:

Comentários