Fazer pagamentos online seguros

Aprenda a fazer compras online sem perder a cabeça

Nos primeiros três meses de 2013, cerca de 4,1 milhões de portugueses acederam a sites de comércio eletrónico, de acordo com dados do Netpanel da Marktest. Durante este período foram visitadas 527 milhões de páginas de sites comerciais, o que perfaz uma média de 127 por utilizador. No total, os portugueses dedicaram 4,6 milhões de horas a estes sites, uma média de uma hora e seis minutos por utilizador.

Enquanto o comércio eletrónico é uma realidade cada vez mais presente no quotidiano dos portugueses, multiplicam-se as possibilidades de pagamento através desta via, com o objetivo de tornar o ato da compra através da internet mais seguro. Conheça estas cinco formas seguras de pagar compras online.

1. Cartão de crédito

É a forma de pagamento mais comum na internet e também aquela que as lojas online mais disponibilizam. É também uma forma bastante segura de efetuar pagamentos, desde que assegure a segurança do site onde está realizar as compras.

Para fazer pagamentos, basta ter o cartão perto de si, pois irá necessitar de utilizar o número do cartão e a validade. Depois terá de inserir o código de segurança e o montante da operação. Visto que está a inserir dados financeiros relativos à sua conta bancária, por uma questão de segurança, deverá certificar-se da seriedade da página onde está a fazer compras e também que o seu computador está protegido. Posteriormente, certifique-se que os movimentos do extrato da conta estão corretos.

2. Multibanco

É uma das vias que oferece maior sentimento de segurança aos consumidores, mas sempre disponibilizado pelas lojas online. O funcionamento é bastante simples: o consumidor faz a encomenda, recebe um email com a referência, entidade e valor da mesma e depois apenas necessita dirigir-se a um multibanco para pagar, também pode fazê-lo através do serviço de homebanking.

Tenha em atenção que a encomenda apenas é processada após o pagamento e se demorar um pouco mais a regularizar, mais tempo demorará a receber.

3. Paypal

Este é um dos sistemas de pagamento mais utilizados em todo o mundo e quase todas as lojas disponibilizam. Através do Paypal, poderá fazer uma transferência de dinheiro para a loja em questão, de forma segura, pois não necessita de expor os dados do cartão de crédito. Para isso, precisa de ter uma conta Paypal, que irá funcionar como se fosse uma conta bancária.

Tem duas opções para utilizar o PayPal: fazer uma transferência bancária para a sua conta, de forma a que tenha sempre liquidez; ou utilizar o cartão de crédito. Se optar por esta via, não necessita de ter dinheiro em conta, visto que o valor das compras será debitado do seu cartão.

A maior vantagem deste sistema de pagamento é que nunca terá de indicar os dados do cartão de crédito ou conta bancária ao site da loja. Os dados estão anexados à sua conta PayPal e o pagamento é feito com a sua autorização. Ao escolher esta opção de pagamento, será encaminhado para a página da PayPal, onde lhe serão solicitados os dados de acesso, email e password.

4. MBNet

O MBNet é ideal para quem não gosta de os utilizar na internet, uma vez que permite efetuar compras online de forma segura, com o cartão de débito. Para utilizar este serviço apenas necessita ter um cartão de débito (também pode ser de crédito) e uma conta aberta no MBNet, à qual irá associar o número do cartão de débito. Poderá aderir através do multibanco ou homebanking.

Cada vez que quiser fazer uma compra, terá de ir ao site e gerar um cartão virtual, que terá um limite de valor e uma data de validade associadas. Desta forma não tem que transmitir os dados “reais” dos seus cartões ao comerciante online. Outra vantagem do MBNet é permitir-lhe controlar mais facilmente as despesas, pois o valor pago numa compra é automaticamente debitado da sua conta bancária.

5. Paysafecard

É um meio de pagamento eletrónico online, baseado num sistema pré-pago. O Paysafecard é um cartão virtual pré-pago, que permite fazer compras online sem que seja necessário ter uma conta bancária ou cartão de crédito.

Este sistema é ideal para os mais novos e também para os que não conseguem controlar os ímpetos consumistas, pois têm um plafond máximo associado, que pode variar entre os 10 e os 100 euros, e não permite que gaste para além disso. A utilização é gratuita durante o primeiro ano e se no final deste período ainda tiver saldo disponível, ser-lhe-á cobrada uma taxa de manutenção de dois euros.

O modo de utilização é bastante simples e seguro: para efetuar pagamentos online, basta inserir o PIN de 16 dígitos, que é fornecido na altura da adesão. Este cartão pode ser adquirido em qualquer loja Payshop, nas lojas dos CTT ou nas caixas automáticas da rede Multibanco.

Passo a passo: Cuidados a ter

1- Avalie o site: Antes de efetuar uma compra, verifique se o site é de confiança, se tem morada, número de telefone fixo para contacto. Se faltar algum destes processos e tiver apenas contacto de email, evite comprar qualquer coisa.

2- Verifique a segurança: Grande parte dos sites de confiança tem uma política de segurança, assim como o símbolo de um cadeado no lado inferior direito da página.

3 - Atente às despesas extras: Verifique sempre se não existem despesas adicionais, como de transportes ou alfandegárias. Se fizer comprar num site da União Europeia, não paga direitos alfandegários, mas se comprar fora da mesma, como nos Estados Unidos, já paga.

4 - Esteja atento ao pagamento: Certifique-se que o site lhe pede apenas as informações necessárias para concluir a compra. Após ter efetuado a compra, verifique o extrato do seu banco para conferir se os valores correspondem ao valor da compra.

artigo do parceiro:

Comentários