Está a ser muito difícil pagar os meus créditos

Se tem dívidas junto das instituições financeiras e se está a perspetivar que não conseguirá para as suas prestações está na altura de atuar. E de atuar rapidamente. Neste artigo vamos falar-lhe do PARI ou Plano de Ação para o Risco de Incumprimento, um mecanismo que foi criado para prevenir estas situações de dificuldade.

Como começa o processo de PARI

Para pedir ajuda aos vários bancos no sentido de reduzir as suas prestações mensais de modo a que se enquadrem melhor no seu orçamento familiar, deverá entrar em contacto rapidamente. Será solicitado um conjunto extenso de informação que terá de entregar obrigatoriamente num prazo máximo de 10 dias.

Na posse desta informação, a instituição financeira irá avaliar a sua situação financeira e tentar perceber se o seu cliente terá a possibilidade de pagar as prestações com alguns ajustes ao contrato. Neste caso, poderão ser propostas diversas estratégias como sendo a renegociação de créditos ou mesmo uma consolidação interna de créditos. Naturalmente que as propostas apresentadas terão de ser enquadradas com o seu caso específico, com as suas necessidades e objetivos. No entanto, tenha em atenção que apenas lhe farão uma proposta se:

  • Estiver de facto em situação de risco de incumprimento;
  • Se existir viabilidade no seu orçamento familiar para cumprir com todos os seus pagamentos.
Como serão feitas as propostas

As propostas que as instituições financeiras lhe apresentarem devem ser feitas através de comunicações em suporte duradouro. Assim, não deve aceitar propostas verbais pois serão quase impossíveis de comprovar no futuro. Aliás, temos diversas famílias que contactam o Dr. Finanças queixando-se que os bancos não apresentaram qualquer proposta ou que não conseguem comprovar as propostas apresentadas em conversa pessoal com o seu gestor de conta.

E se as propostas não forem feitas por escrito?

Se o seu gestor de conta não lhe apresentar uma proposta em suporte duradouro deverá reclamar. Mais uma vez, as reclamações têm de ser feitas por escrito, daí existir um livro de reclamações em cada balcão. Verá que se pedir o livro de reclamações a abertura do gerente será diferente!

Porque motivo há dificuldades na apresentação de propostas em PARI?

Os bancos estão impossibilitados de lhe cobrar comissões pelas alterações contratuais feitas ao abrigo deste plano de ação. Por vezes, felizmente não a maioria, as propostas são apenas apresentadas depois do cliente sair do PARI para que assim possam ser cobradas comissões.

Um alerta importante

Sugerimos sempre que cumpra o prazo legal de 10 dias para a apresentação de documentação. E que tenha um comprovativo da entrega, como sendo o aviso de receção ou um recibo passado pelo gerente de conta se fez a entrega em mão. Se passar o prazo será muito mais difícil ter qualquer acordo, exatamente pelo ponto acima referido.

Está desesperado e não sabe o que fazer?

Nesta situação, poderá expor a sua situação junto do Dr. Finanças que fará uma análise do seu caso sem qualquer custo ou compromisso. Terá a vantagem de obter uma resposta rápida e a apresentação de propostas para resolver o problema pela raiz. Se não perde nada com o diagnóstico, por que não tentar?

Rui Bairrada

artigo do parceiro:

Comentários