Como os hábitos de poupança podem mudar a sua vida

Um dos primeiros passos para começar a poupar é fazer o check-up geral às suas finanças e perceber o destino de cada cêntimo do seu orçamento.

O controlo das suas finanças pessoais e a definição objetivos específicos para o seu dinheiro, vai fazer com que comece a questionar os seus gastos e a fazer alterações aos seus hábitos. Estas modificações são mais profundas do que possa pensar, alterando os seus hábitos de consumo, as suas rotinas e a forma como valoriza determinados momentos da sua vida, que vão além do dinheiro.

Saiba em que aspectos a poupança pode mudar a sua vida.

Planeamento. Definir o destino de cada euro do seu orçamento vai fazer com que tenha de analisar cada um dos movimentos que faz com o seu dinheiro. Assim, automaticamente vai começar a eliminar os maus hábitos e a priorizar os seus gastos. Desta forma, conseguiu corrigir pequenos erros e canalizar os seus recursos para coisas que realmente queria fazer e que antes o seu orçamento não permitia.

Definir objetivos: Ao planear e priorizar os seus gastos, vai certamente notar que começa a fazer questões como: “porque é que preciso disto?” ou “qual o objetivo comprar aquilo?”. Sem aperceber todas as suas ações passaram a ter um objetivos perfeitamente definidos e conscientes, estendendo-se inclusive a questões da sua vida pessoal.  

Situações de emergência: Ter uma almofada financeira permite-lhe um certo conforto quando tem de tomar decisões sob pressão ou inesperadas. Isto não significa que possa gastar as suas economias, mas certamente vai deixá-lo mais disponível para pensar com clareza e assim tomar melhores decisões, sem comprometer as suas finanças pessoais.

Segurança e confiança: Pode não parecer, mas todas as mudanças acima referidas têm ter um efeito bastante positivo na sua auto-confiança e segurança. Ao construir as suas poupanças de forma consciente está também a construir a sua independência financeira. Isto significa que terá mais segurança para ser mais autónomo no seu trabalho ou em algum investimento que possa surgir, por exemplo.

Novas oportunidades: Se sobreviver até ao final do mês não constituir uma preocupação constante vai estar mais disponível para o que o rodeia e para diversas oportunidades que surjam, como por exemplo uma viagem, um novo emprego, uma nova oportunidade de negócio ou simplesmente para desfrutar da vida.

Estes são alguns benefícios que os hábitos de poupança trazem à sua vida, mas lembre-se que constituir uma poupança exige disciplina, conhecimento próprio e tempo. Anote num caderno, crie um documento Excel ou usufrua das vantagens que algumas aplicações de gestão de finanças pessoais - como o  Boonzi - e avalie cada movimento do seu dinheiro. Após esta análise, identifique os sintomas de “doença financeira” e defina soluções para ajustar o seu orçamento familiar.

artigo do parceiro:

Comentários