Os nossos valores morais

O que é capaz de fazer por eles?

De acordo com os padrões e as tradições da nossa sociedade, ambicionamos determinados valores…refiro-me às questões económicas e financeiras (segurança, poder, prestígio, sucesso e estatuto).

Mas falemos agora de outro tipo de valores. Refiro-me àquilo que consideramos certo e errado, a que designamos de valores morais (universais). Paradoxalmente, por dinheiro, somos capazes de enganar, mentir, manipular, agredir, depender e quebrar todos os valores morais, em alguns casos extremos até somos capazes de matar. Todos nós temos um preço.

Quanto aos valores morais (universais), o que é que você é capaz de fazer em prol dos seus valores morais?

Quais são os valores morais (universais) que você destaca e que defende no dia a dia?

Todos nós possuímos direitos e deveres em relação à sociedade em que vivemos. Todos nós somos defensores de uma determinada política (consciência) na vida quotidiana. Aprendemos os valores morais (universais) desde a infância, no seio familiar, mais tarde na escola, no trabalho (ética profissional) e ao longo da vida até morrer. Isto é, dependemos de um processo dinâmico e transformador, flexível e integrador, de aprendizagem e aperfeiçoamento de valores (morais universais).

Talvez devido a esta questão, seja tão difícil principalmente quando nos confrontamos com determinadas questões existenciais: em algumas fases da vida defendemos e dependemos de determinados valores morais, após passarmos por algumas experiencias significativas e intensas, renovamos os nossos valores morais (universais), onde damos por nós a questionar quem somos e para onde nos dirigimos. Nós não somos um ser estático, pelo contrário, somos dinâmicos e espirituais.

continua na página seguinte: Dicas

Comentários