O que fazer com a ansiedade

Com tanta correria é difícil não nos deixar-mos afectar pelos elevados níveis de stress e por isso descubra o que fazer para combater a ansiedade

A ansiedade pode causar sintomas físicos que muitas vezes são confundidos com um enfarte! Dificuldade em concentrar-se, palpitações e falta de ar, são apenas alguns destes indícios, mas infelizmente esta é uma doença comum em 15% da população e a tendência é que venha a aumentar. Por isso siga as nossas dicas e liberte-se de vez deste problema.

Primeiros sintomas - Diferenciar a ansiedade de uma doença física cabe ao seu médico, mas se sentir palpitações, dores torácicas, falta de ar, náuseas é melhor considerar a possibilidade de estar a ter uma crise de ansiedade. Os sintomas costumam vir acompanhados com mudanças de pensamento, como a sensação de incapacidade de enfrentar certas situações ou mesmo ter medo do desconhecido. Lembre-se que se não for tratado devidamente pode provocar alterações no apetite, alterações na pressão arterial, bem como insónias.

Viver em paz - Embora pareça difícil é possível ter uma rotina produtiva e viver sem stress. Uma prova disso é que existem várias pessoas que vivem em ambientes calmos mas sofrem de ansiedade, não é o caos que provoca a doença mas sim a forma como a enfrentamos. Viver em paz é um processo que requer paciência e auto-conhecimento.

Ajuda profissional - Ter ajuda de um psicólogo ou terapeuta pode ser necessário, mas alterar certos hábitos no seu dia a dia já lhe dá um ajuda. Os momentos de lazer são fundamentais para o bem estar pessoal, bem como a prática de exercício físico. Pode completar estes com aulas de meditação, ioga ou qualquer outra actividade que lhe agrade. Viajar também é uma forma de descansar e relaxar, mas a melhor forma de ultrapassar este problema é enfrentá-lo e aprender a lidar com os sintomas sem ter de recorrer constantemente a momentos de fuga.

Resiliência - A ansiedade ao contrário do que seria de esperar, tem atingido cada vez mais os jovens. A falta de maturidade, a exigência de obter constantemente resultados positivos e a falta de organização diária, tem marcado cada vez mais a sociedade actual.

artigo do parceiro:

Comentários