Como tratar as assaduras do bebé?

Publireportagem

Uma das lesões mais comuns nos bebés e crianças pequenas é a assadura ou dermatite da fralda. Saiba como prevenir e tratar a assadura do bebé.

Quais os sintomas?
A assadura consiste numa irritação na pele causada pelo contacto com a urina e as fezes retidas pelas fraldas e caracterizada por uma pele avermelhada e inchada, que leva ao desconforto e mal-estar do bebé.

A assadura desenvolve-se através do contacto prolongado da pele com a urina e fezes que, ao misturarem-se, levam à formação de amoníaco. Este constitui um agente agressor da pele sensível do bebé, criando um meio favorável ao desenvolvimento de bactérias e fungos que promovem o aparecimento de lesões na pele.

Como prevenir a assadura?
A primeira medida de prevenção da assadura é mudar frequentemente a fralda do bebé.
Deve também garantir que a pele fica bem limpa e seca, especialmente nas dobras e sulcos. Igualmente importante é a utilização de HALIBUT® Derma Creme, um creme fluído, perfumado e fácil de aplicar, sendo ideal para uma muda de fralda frequente durante o dia.

Para a noite, uma vez que o intervalo entre mudas da fralda é mais prolongado, deverá utilizar HALIBUT Pomada para a prevenção da assadura do bebé.

Tratamento: Como tratar a assadura?
Para o tratamento da assadura do bebé, deverá utilizar HALIBUT® Pomada. A pomada promove um efeito barreira, evitando a irritação da pele decorrente do contacto com a urina e as fezes. A sua composição à base de óxido de zinco ajuda também a promover a cicatrização e regeneração dos tecidos.

HALIBUT® Pomada é um medicamento não sujeito a receita médica, contendo Óxido de Zinco doseado a 150 mg/g como substância activa. Está indicado nas assaduras dos bebés, nas feridas superficiais e nas queimaduras do primeiro grau.
Não utilizar em caso de hipersensibilidade ao Óxido de Zinco ou a qualquer outro componente. Antes de utilizar, leia o folheto informativo verificando a posologia e as situações em que existem contra-indicações e precauções. Em caso de dúvida ou se persistirem os sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.


Para mais informações, consultea página daPomada Halibut.

14 de abril de 2011

SAPO


Comentários