Os superpoderosos sumos detox

Fruta, verduras, legumes crus, sementes e grãos germinados. Tudo batido, o resultado é um sumo detox, ou “funcional” como lhe prefere chamar Lillian Barros.

A nutricionista clinica pega nestes sumos tornados moda, desmistifica-os e explica-os ao pormenor no seu livro “Sumos e Águas Detox”. Bebidas com aplicações tão diversas como coadjuvar nas dietas de perda de peso, na compensação pós-excessos alimentares, na desintoxicação do organismo e mesmo baixar os níveis de colesterol. Mas atenção, o uso abusivo, pode converter estes sumos funcionais num alimento com contraindicações para a saúde. A nossa entrevistada explica como.

Em jeito de enquadramento pode explicar-nos o que são sumos detox?
Sumos detox ou sumos funcionais, como gosto de lhes chamar, são sumos cujos ingredientes vegetais crus (mistura por exemplo de frutas, vegetais, folhosos verdes escuros, sementes e por ventura alguns “super alimentos”) permitem uma maior eficiência na eliminação de toxinas ou outros elementos não benéficos ao nosso organismo. Estes sumos, regra geral, são ricos em água, fibra e permitem a melhoria do funcionamento de determinados órgãos que estão envolvidos na eliminação do nosso corpo, como é o caso dos rins, intestinos e até mesmo do fígado.

No meu livro, tentando fugir um pouco ao conceito exclusivo do emagrecimento, conceito este que os sumos detox foram muito associados e mediatizados, tentei organizar diferentes capítulos que permitissem dar resposta a uma série de lacunas e queixas da maior parte das pessoas que me procuram em consultório, passando por sumos energizantes (pré e pós treino), mineralizantes (unhas e cabelos frágeis e quebradiços), antioxidantes e anti envelhecimento, sumos amigos do coração, sumos para crianças, sumos no feminino, não faltando claro o capitulo do emagrecimento que apesar de tudo não podia estar esquecido.

É corrente pensar que basta juntar o ingrediente x com o ingrediente y para obter um sumo com benefícios óbvios para a saúde. A realidade não é contudo esta, certo?
A realidade é que um sumo de fruta simples não é por si só um sumo funcional ou detox. É importante que contenham os ingredientes certos para atingir os objetivos que se pretendem com o consumo destes sumos. Esta situação e estas dúvidas foram a base para a necessidade de existir um livro que viesse dar resposta a estas questões. Que ajudasse o leitor a fazer as escolhas certas e fundamentadas. Na parte inicial do meu livro para além de partilhar um conjunto de dicas para facilitar o processo de preparação destes sumos preparei uma lista de ingredientes importantes a ter em casa quando se pretende fazer um sumo detox e a melhor forma de os conservar sem que haja desperdício de alimentos nem de tempo. Por não existir uma receita única, e as opções serem mais do que muitas, é importante conhecer os alimentos, a sua composição e as suas funcionalidades no nosso organismo. Só assim conseguirá fazer do seu sumo um verdadeiro sumo detox ou funcional.

Em que medida estes sumos são um bom complemento para uma dieta equilibrada?
Como complemento vitamínico ou mineral a melhor altura do dia para o consumir é realmente em jejum ou ao pequeno-almoço, como primeira refeição do dia. Não necessitando de substituir as suas refeições. No entanto se a sua vida é de correria e muitas vezes acaba por não ter tempo para refeições intercalares, este sumo pode assumir um papel de alimento portátil e integrar a sua alimentação como meio da manhã ou meio da tarde, desde que bem acondicionado e refrigerado de forma a não perder as suas propriedades salutares.

Em seu entender, estamos perante sumos que obstam a toma de muitos suplementos alimentares mais correntes?
Sem dúvida. Muitas vezes tenho pessoas que vêm à consulta e que referem a toma de suplementos alimentares, defendendo-se afirmando serem de origem natural. Aqui a minha ideia é beber da fonte e ir diretamente ao alimento potenciando e otimizando o consumo de determinados elementos nutricionais de forma económica, caseira, prática e sobretudo aqui sim 100% natural.

Pode indicar-nos alguns dos benefícios para a saúde decorrentes da ingestão dos detox?
Os benefícios são vários conforme a sua composição e os ingredientes utilizados. Costumo dizer que os benefícios são tantos quanto as cores, tonalidades e número de ingredientes possíveis de se utilizar nestes sumos.

Podemos no entanto destacar, entre outros benefícios, o seu caracter drenante, antioxidantes, mineralizantes, vitamínicos, saciante, hidratante, devido ao seu conteúdo em água e, ainda, o seu papel na regularização do trânsito intestinal devido ao seu teor em fibra. Estes são apenas algumas das utilidades deste sumo, mas existem muitas mais. Por isso a necessidade de dividir este livro em vários capítulos onde explico cada uma das potencialidades de cada categoria de sumos.

Quais são, em seu entender, algumas das combinações de ingredientes mais felizes quando falamos de sumos detox?
Na minha opinião a utilização de frutas como ananas, maçã ou laranja são excelentes para misturar e camuflar o sabor mais intenso dos verdes escuros como os espinafres, brócolos ou couve-galega. Se misturarmos ainda ervas aromáticas como hortelã e um pouco de pepino com casca temos uma mistura muito agradável ao sabor e com excelentes propriedades nutricionais, não esquecendo baixa em calorias. Não deverá esquecer de adicionar uma base líquida como água fresca ou até mesmo água de coco. Desafio a experimentar.

Pode sempre utilizar os super alimentos que também entraram na moda há relativamente pouco tempo como clorela, spirulina ou erva trigo. As sementes também podem entrar e ajudam a aumentar o teor em fibra assim como de ácidos gordos essenciais.
Acima de tudo fornecer as ferramentas para descobrir algumas receitas e a conseguir desenhar o seu próprio sumo detox em casa com os seus ingredientes habituais.

Existem alguns riscos no consumo “abusivo” destes sumos?
Sim, existem. A pessoa tem de conhecer a sua condição de saúde e perceber que os ingredientes utilizados nos sumos podem assumir as suas contraindicações tal como fazem no seu estado sólido. Dedico por este motivo uma parte do livro a esta grande questão, onde enumero as contraindicações comuns relacionadas com o consumo abusivo destes sumos assim como as contraindicações de alguns ingredientes específicos relacionados com patologias específicas ou medicação que as pessoas possam estar a tomar. É importante conhecer os ingredientes e nestes casos perceber pelos quais deveremos substituir para conseguirmos termos um sumo verdadeiramente funcional sem afetar a nossa saúde.

É nutricionista. Em seu entender a toma destes sumos deve ser precedida de acompanhamento profissional?
Uma pessoa que pretenda ter uma alimentação equilibrada e um objetivo específico a nível de peso ou melhoria de determinado parâmetro de saúde, beneficia sim, sempre, de um acompanhamento profissional e personalizado por forma a adaptar tanto o consumo de sumos como o plano alimentar ao seu dia a dia. No entanto espero com este livro dar todas as ferramentas para que a pessoa consiga em sua casa conhecer a melhor forma de incluir estes sumos na sua rotina melhorando o seu estado de energia e saúde.

Referiu por diversas vezes o seu livro. Gostaríamos que nos pormenorizasse a obra?

Esta obra está divida em duas partes distintas. Uma primeira onde passo um pouco da minha experiencia enquanto nutricionista e partilho todos os “segredos” e dicas que forneço em consulta, aos meus pacientes, tentando facilitar a inclusão destas novas rotinas no dia-a-dia de cada um e sugerindo uma série de ingredientes que considero chave para conseguirmos ter os melhores benefícios mas sobretudo com o máximo sabor.

Não podemos esquecer que as nossas rotinas são sempre a correr e que muitas vezes a inclusão de novos hábitos saudáveis ficam um pouco de lado. Assim sendo tento de forma simples e prática fornecer todas as formas de se organizar em casa para ter tudo pronto. Bastará abrir o frigorífico e escolher os ingredientes certos. Para isso inspire-se no livro, vai facilitar o seu trabalho certamente.

Desafio ainda o leitor, nesta parte, a preparar o seu primeiro sumo detox fazendo a mistura de ingredientes passo a passo, acompanhada de comentários referentes aos ingredientes e funções.

E na segunda parte do livro que abordagem é feita? A segunda parte é constituída mais de cem receitas de sumos e águas detox, dividida em diferentes capítulos consoante os objetivos. Convido todos os leitores a descobrirem o melhor sumo para si e para o seu dia-a-dia. Tentei abraçar a maior parte das queixas que ao longo da minha experiência enquanto nutricionista surgem com maior frequência em consulta, sendo as mais comuns o cansaço físico e psicológico, pele baça, unhas quebradiças, tensão alta, hipercolesterolemia, prisão de ventre, vontade petiscar ao longo de todo o dia sobretudo na “hora do lobo” quando chegamos a casa, ao final do dia.

O seu livro também aborda a questão das águas detox, correntemente menos faladas. Pode enquadrar?
Muito se tem falado de sumos detox e muitas dúvidas foram surgindo e por isso tento com este livro responder à maior arte dessas questões. No entanto quis colocar algo de novo, que é ainda pouco falado em Portugal mas que a meu ver vão também assumir a as luzes da ribalta tal como os sumos o fizeram: as águas detox.

A maior parte das pessoas que me procura, normalmente sente muita dificuldade em consumir a quantidade recomendada de água por dia e por isso em consulta comecei, já há vários anos, a utilizar estas águas detox, funcionais ou infusas como forma de conseguir dar um sabor agradável, estimulando o seu consumo, mas também aproveitando este veículo como forma de obter algumas funcionalidades especificas, como ajudar na eliminação de líquidos acumulados (retenção de líquidos tão frequente em consulta), na saciedade para quem segue um plano de emagrecimento. Enfim tornar este consumo e esta hidratação mais alegre e divertida, tendo a certeza que adicionalmente consigo ajudar o colmatar algumas dificuldades ou queixas no dia-a-dia dos meus pacientes e agora, fugindo um pouco das quatro paredes do meu consultório, partilhando-as com todos os leitores.

artigo do parceiro:

Comentários