Três centros de saúde da ilha de São Miguel fecham urgências à noite a partir de julho

Apenas um centro de saúde na ilha terá urgência de 24 horas
18 de junho de 2014 - 15h45



Os serviços de urgências dos centros de saúde da Ribeira Grande, Vila Franca do Campo e Nordeste, em São Miguel, vão encerrar à meia-noite, a partir do dia 01 de julho, segundo o secretário regional da Saúde.



"Pretendemos, dentro do plano da reestruturação do Serviço Regional de Saúde, impor um horário de funcionamento dos SAU [Serviços de Atendimento Urgente] da Ribeira Grande, de Vila Franca e do Nordeste idêntico ao horário de funcionamento do serviço de atendimento da Praia da Vitória, na ilha Terceira", frisou.



O secretário regional da Saúde dos Açores, Luís Cabral, falava, em declarações aos jornalistas, no final de uma reunião com o conselho de administração da Unidade de Saúde de Ilha da Terceira, em Angra do Heroísmo.



À exceção do Centro de Saúde de Ponta Delgada, que fica situado no concelho em que existe um hospital, os centros de saúde da ilha de São Miguel têm serviços de urgência abertos 24 horas por dia, mas a partir de julho, apenas o da Povoação permanecerá com este horário, porque tem menores condições de acesso ao hospital.



Segundo Luís Cabral, o executivo regional criou, no entanto, várias medidas para "garantir uma resposta alternativa aos atendimentos noturnos", como "a contratualização direta das camas de cuidados continuados com médicos das instituições", que permitem "alargar a rede de cuidados continuados integrados da região às unidades de saúde públicas".



O secretário da Saúde salientou que foi assegurado, desta forma, que "os doentes continuem internados em regimento de cuidados continuados".



Também o funcionamento da viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV), em Ponta Delgada e na Ribeira Grande, durante 24 horas, e a linha de atendimento de emergência asseguram uma alternativa aos atendimentos noturnos, segundo Luís Cabral.



Por Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários